Fábio Seixas

Automobilismo e pitacos sobre tudo o mais

 

Youtube do dia

A F-1 voltou a Interlagos em 1990 e este é um vídeo daquela corrida. Curtinho, mas engraçado, tendo Boutsen como protagonista. O título: "como não entrar num pit lane".

Fuçando a internet, aliás, encontrei as explicações do belga para a pataquada.

O original, em inglês: "I made a mistake when I came into the pits. I had a problem from the beginning of the race with the brake pedal being very long and I had to pump to get brakes. When I came into the pits I misjudged its importance and, althouqh I was going in at the usual speed, it was too fast with this problem. I had no brakes, so I had to pump once and press aqain, but it was already too late. I couldn't steer the car so I hit a tyre and broke the nosecone. It was a great shame and I was really angry with myself."

O curioso é que, até então, ele vinha fazendo uma boa prova, com direito a uma ultrapassagem sensacional sobre Berger no S. Este outro vídeo está aqui.

Escrito por Fábio Seixas às 22h19

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Deu no Guinness

A nova edição do Guinness será lançada nos próximos dias e recebi a atualização da lista de recordes automobilísticos.
 
Vou publicar a relação, em pílulas, nos próximos dias. Alguns são estapafúrdios, outros curiosos, outros dignos de admiração.
 
Esse aqui pertence à primeira categoria:
 
Carro puxado por uma dupla pela maior distância em 24 horas
Rob Kmet e Adam Zeglen, ambos do Canadá, puxaram um Dodge SX 2.0 de 1.180 kg, por 70,28 km na pista oval de 1.600 m do Gimli Motorsports Park, em Gimli, Manitoba, Canadá, em setembro de 2005.
 
Pergunta do blogueiro... Um Dodge SX 2.0? Por que não puxaram um Ford Ka?

Escrito por Fábio Seixas às 15h40

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Passado e presente

No "preview" da Honda sobre Interlagos, Barrichello lembrou, talvez, da sua derrota mais dolorosa.
 
A tradução: "Nunca venci em casa. Deveria ter vencido em 2003, mas houve um problema de combustível. Naquele ano eu tinha um carro muito robusto e bem naquela corrida ele foi me deixar na mão".
 
Lembro bem daquela prova, assim como das teorias conspiratórias que pipocaram por todos os lados nos dias seguintes.
 
Embora normalmente eu seja contra essas teses e ache todas cascatas sem sentido, admito que aquela história ficou bem mal explicada.
 
Mas, enfim, foi a melhor chance que Barrichello teve de encerrar o jejum brasileiro de vitórias em Interlagos.
 
A partir de agora, ele é coadjuvante. A bola está com Massa, que neste ano não carrega lá muita pressão. Até por isso este ano seria o ideal para ele tentar uma vitória.
 
Mas, se vier, que seja por méritos próprios. Um presente de Schumacher ficaria ridículo.

Escrito por Fábio Seixas às 14h44

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Hamilton só em 2007

Um atrativo a menos no GP Brasil: a McLaren anunciou que De la Rosa correrá em Interlagos.
 
Embora eu já tenha criticado aqui a euforia da imprensa inglesa com Hamilton, acho que já era hora de ele ter estreado. Por menos que ele fizesse, começaria 2007 já com três GPs na bagagem e os ombros menos pesados.
 
A cautela da McLaren parece exagerada. Ou será que ele não é tudo isso?

Escrito por Fábio Seixas às 14h28

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Youtube do dia

A primeira volta do GP Brasil de 1980, o último antes de a F-1 trocar São Paulo pelo Rio.
 
Villeneuve janta Pironi e Jabouille na largada e abre vantagem. Na segunda volta, porém, o canadense seria superado por Jabouille, para depois abandonar com um problema no acelerador.
 
 
A vitória terminou com Arnoux. Duelo Renault x Ferrari? Pois é, certas coisas não mudam. Outras mudam muito: na visita seguinte a São Paulo, dez anos depois, a F-1 encontraria um traçado completamente diferente. Pior.

Escrito por Fábio Seixas às 18h54

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Como as coisas funcionam

 
Chega o release da assessoria de imprensa da Renault.
 
O texto discorre sobre o "bom trabalho" de Nelsinho em Silverstone nesta quinta-feira, onde "completou mais de 160 voltas", ressalta.
 
Não há uma linha sobre o acidente que sofreu. Sim, ele escapou da pista entre a Abbey e a Becketts e parece que a panca foi forte.
 
Não tem jeito: tentar ocultar esse tipo de coisa na era da internet é burrice.

Escrito por Fábio Seixas às 18h34

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cereja no bolo

No seu último teste antes de Interlagos, Schumacher novamente foi o mais rápido, dessa vez raspando no recorde de Jerez _dele mesmo, em 2004.
 
Repare que escrevi "último teste antes de Interlagos". Não, não acredito que ele volte a correr. Mas não duvido nada que a Ferrari peça sua ajuda na pré-temporada. Ou que ele ligue um dia pra Todt pedindo pra matar a saudade.

Escrito por Fábio Seixas às 16h54

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Parem o mundo

Só agora, revendo os resultados do fim de semana, me dei conta que o Alex Yoong venceu as duas etapas da A1 GP em Brno.
 
Na primeira prova, ele largou em terceiro, passou os dois que estavam à frente, liderou até a bandeirada e ainda cravou a volta mais rápida.
 
É demais... Yoong ganhando duas num fim de semana? Mais um tiro no pé de um campeonato que começou com pompa no ano passado, mas que logo perdeu fôlego e se mostrou uma categoria tão fraca como a cascata de que o Ronaldo era o dono do time brasileiro.

Escrito por Fábio Seixas às 22h53

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Youtube (ou será Googletube?) do dia

Já que o assunto nos próximos dias será Interlagos, que tal uma minisérie de vídeos sobre o autódromo?
 
Começando, então, pelo começo, a vitória de Emerson em 1973. Atente para a loucura do público levando jatos de água antes da corrida, para a performance do rapaz agitando a bandeira verde, para o velho traçado, para Chapman jogando a boina para o alto...
 
 
Ah, se alguém achar alguma coisa sobre o GP extra-campeonato de 1972, manda aí!

Escrito por Fábio Seixas às 19h57

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Último esforço

Antes de me jogar nas duas empreitadas, porém, um comentário que não poderia passar batido. Vocês viram o Schumacher hoje?
 
Enquanto a maioria dos seus colegas já está a caminho do Brasil, para alguns dias de sol e água fresca, o alemão cancelou a folga e resolveu testar em Jerez. Em tempo, ele tomou a decisão antes mesmo de o octo (quase) ir pro beleléu.
 
Pois bem... Hoje ele foi pra pista. Completou 117 voltas, apenas três a menos que Kubica, o sujeito que mais andou. O tempo? Um temporal: 1min16s238, 1s073 melhor que Badoer, o segundo colocado.
 
A Renault? Não conseguiu andar com Nelsinho em Silverstone. Caiu um temporal por lá.
 
Pode não ser nada, pode não dar em nada. Mas a preparação ferrarista para Interlagos está ganhando de lavada.

Escrito por Fábio Seixas às 14h45

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Em obras

Os próximos dias serão de loucura total, preparando a cobertura do GP Brasil. Não bastasse isso, ainda estou mudando de apartamento aqui em São Paulo.
 
Em suma, as atualizações serão menos frenéticas nos próximos três ou quatro dias.

Escrito por Fábio Seixas às 14h35

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Apuração no aeroporto

Cheguei. Entre sair de Suzuka e pisar em São Paulo, 36 horas. É, a volta foi pior que a ida.
 
Em Cumbica, encontrei com o Alexandre Barros. Estávamos no mesmo vôo, mas evidentemente em classes diferentes, se é que você me entende...
 
Ele disse que está feliz na Superbike ("lá é mais tranqüilo") e que está tentando trazer uma etapa da categoria pra Interlagos em 2008.
 
O curioso da história é que um inspetor da FIM já esteve no autódromo paulistano e recomendou que a corrida aconteça no sentido horário. Ou seja, na "contramão" do habitual. Resumindo, as motos subiriam o S do Senna.
 
Ele pediu ainda que a Reta dos Boxes seja prolongada e que essa extensão seja ligada ao Mergulho por uma nova curva.
 
Acho interessante Interlagos ter mais uma opção de traçado e já disse mais de uma vez que partes do circuito antigo poderiam ser recuperadas. Silverstone oferece sei lá quantas opções de pista. Paul Ricard tem 43! Tomara que dê certo.

Escrito por Fábio Seixas às 08h22

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Agora é em casa

Portão C80, à espera do último vôo da temporada.
 
Acabam de chamar o Montagny pelo sistema de som, não ouvi para qual vôo. Ele estava em Suzuka, provavelmente está indo pra Jerez, onde as equipes testam nesta semana.
 
Massa e Barrichello devem estar chegando ao Brasil mais ou menos agora. Os dois sairiam do Japão hoje de manhã. O atual ferrarista pegaria uma carona no jatinho do ex-ferrarista. Descansarão nos próximos dias antes que comece a loucura pré-Interlagos.
 
Amanhã eu volto. Bon soir.

Escrito por Fábio Seixas às 15h33

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Magrelas

Eu sei, eu sei, já saí do Japão.
 
Mas por falta de tempo, ainda não havia conseguido postar essa foto de ontem de manhã, no autódromo. E acho que a imagem merece...
 
Essa é pra quem vive perdendo o carro no estacionamento do supermercado! 

Escrito por Fábio Seixas às 11h38

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Toalhada

Na caixa de e-mails e nos comentários, muita gente duvida da sinceridade do Schumacher ao jogar a toalha.
 
E confesso que mudei de idéia. Ontem à noite, ainda em Suzuka, comentei com o Gil de Ferran que, na minha opinião, o campeonato estava mesmo encerrado. Que Interlagos seria mero cumprimento de tabela. Que Schumacher estava agindo da única maneira que poderia agir.
 
A resposta do Gil: "Você acha tão impossível assim? O Michael ganhar no Brasil é um resultado normalíssimo. O Alonso abandonar não é tão normal, mas pode acontecer, já aconteceu este ano."
 
Vim matutando entre um filminho e outro nas 12 horas da primeira perna da viagem de volta. E quer saber? Acho que o Gil tem razão.
 
Sim, o alemão estava abalado após tudo o que aconteceu e sua expressão ao caminhar para os boxes e cumprimentar os mecânicos dizia muito. Mas ele é inteligentíssimo, um gênio. Intencionalmente ou não, colocou mais pressão nos ombros do espanhol ao jogar a tolha. E já deve estar quebrando a cabeça com sua tchurma pra bolar um plano para a última corrida.
 
Um plano perfeito. O último. Se não se cuidar, Alonso leva uma toalhada.

Escrito por Fábio Seixas às 10h57

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Acabou de acontecer

"Só falta metade." Foi essa a frase do Ari Saretti, produtor da Globo, assim que o avião da JAL tocou o Charles de Gaulle, vindo de Nagoya.
 
Respondi com um palavrão.

Escrito por Fábio Seixas às 10h36

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Rapidinhas pós-GP

Ligeirinho, porque preciso mergulhar nos textos para a edição de amanhã da Folha:
 
Alonso explicou o gesto que fez, em pé no carro, ao fim da corrida. "Era uma fênix", disse. Bem apropriado. Falou mais. Com uma transbordante expressão de satisfação, disse que será ótimo conquistar o bi no Brasil, um país com tanta tradição na F-1.
 
Massa vai dormir hoje com a nítida impressão de que poderia ter vencido a corrida se não tivesse aberto passagem para Schumacher. O consolo é que, agora, suas chances para lutar pela vitória em Interlagos serão maiores.
 
Foi a corrida acabar para um amigo já vir me dizer no paddock: "Está um zunzunzum de que o Schumacher não vai correr no Brasil". Boato sem pé nem cabeça, história furadíssima. O alemão não deixaria a Ferrari na mão numa disputa pelo Mundial de Construtores. Esqueça.
 
O verso do comunicado da Red Bull ensina os jornalistas a fazerem um barquinho de origami. "Siga as instruções usando o release de outra equipe". Sensacional.
 
Os ingleses acabam de mudar novamente o nome da rede de wifi. "Big Red Bang Network", algo como "Rede do Grande Boom Vermelho". Sensacional também.
 
A corrida acabou há uma hora e meia e as arquibancadas ainda estão lotadas. O torcedor daqui está morrendo de tristeza com a saída de Suzuka do calendário e parece não querer se despedir deste mundo que tanto o fascina. É de emocionar.
 
Volto a qualquer momento, em edição extraordinária.

Escrito por Fábio Seixas às 04h06

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A frase

"Agora, vou para o Brasil para ajudar a Ferrari a conquistar o Mundial de Construtores."
 
Schumacher jogou a toalha. Aliás, nem precisava ter dito nada. A expressão no seu rosto nos boxes, cumprimentando os mecânicos um a um, dizia tudo.

Escrito por Fábio Seixas às 03h42

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Choque!

Suzuka ainda está chocada. No momento crucial, no momento crítico, no momento mais importante, Schumacher foi traído pelo motor Ferrari.
 
Agora, entrevista coletiva rolando. Alonso está feliz da vida, claro, como eu nunca vi. Massa, com cara de quem comeu e não gostou. E Fisichella, ainda emocionado. Explicou que o choro no pódio foi resultado das emoções que sentiu nos últimos dias com a morte do melhor amigo.
 
O relato já está na Folha Online, aqui. Vou correr pra entrevistar o povo e já volto.

Escrito por Fábio Seixas às 02h58

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Rapidinhas pré-GP

Primeiro, o que todo mundo quer saber: o clima. Está um baita sol por aqui, 25 graus, vento fraco, céu azul. Enfim, um dia lindo. Não chove, já decretei.
 
Agora há pouco houve uma demonstração bacana. Na pista, Berger com a McLaren de 1991, Capelli no March de 1980 e Suzuki ao volante do Larousse. O público ficou de pé, mas o japonês, coitado, ficou pelo caminho: o carro quebrou! É sempre um show ver modelos antigos de F-1, históricos ou não, em ação. Acontece em vários lugares do mundo. Pena que o Brasil é mais uma vez exceção.
 
Testando o alcance do meu rádio para a transmissão de daqui a pouco, cortei caminho por um dos boxes, que estava aberto. Era a concentração dos pilotos para o desfile. Numa rodinha, Schumacher, Massa e Barrichello conversavam como grandes amigos. Fiquei surpreso. Imaginava que o ex-ferrarista estivesse rompido com o alemão, pelo menos depois de suas declarações sobre a aposentadoria.
 
Entre os dez primeiros no grid, Schumacher é o que precisou colocar mais gasolina no tanque hoje de manhã: 33 kg. Todos os outros, 30 kg, sendo que Massa, Button e Rosberg puseram ainda o meio quilo a mais tirado na vistoria. Será que o alemão estava mais leve e nem assim conseguiu a pole? Ou será que ele será o último entre eles a parar nos boxes? Fico mais com segunda opção.
 
Uma hora pra largada, hora de ralar. Conversamos após a corrida. Boa prova!

Escrito por Fábio Seixas às 00h01

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Isso é Japão

Mais uma leva de imagens dos últimos dias...
 
Um país em que as máquinas vendem de tudo. De refrigerantes...
 
...a ovos, que vêem assim, em saquinhos plásticos...
 
...um país que lê (e acredite, isso explica muita coisa)...
 
...um país que se entope de vitaminas e energéticos pra aguentar o tranco...
 
...um país que come coisas estranhas...
 
...um país com sua própria cultura. E que parece ser feliz assim

Escrito por Fábio Seixas às 23h35

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nina Horta Fábio Seixas, 37, é jornalista com mestrado em Administração Esportiva pela London Metropolitan University, da Inglaterra, e Coordenador de Produção da Sucursal da Folha no Rio. É colunista de automobilismo da Folha e do UOL.


RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reproduçãoo do conteúdo desta Página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.