Fábio Seixas

Automobilismo e pitacos sobre tudo o mais

 

Youtube do dia

Você curte o ronco dos motores de F-1? Então acho que você vai gostar disso aqui...
 

O carro é um Arrows. O cenário, provavelmente Suzuka-2001. Será que aqueles escapamentos ficaram quentes?

Escrito por Fábio Seixas às 18h29

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lá e aqui

Curiosa (e didática) a situação por que passam os australianos. Jack Brabham tem 80 anos. Alan Jones, seu último campeão, completou 60 dia desses. E Mark Webber não emplaca (não vai emplacar nunca, aliás).
 
O resultado é que temporada após temporada o interesse pela F-1 vem caindo por lá. A ponto de Melbourne perder a Foster's como patrocinadora da corrida e de lançar promoção atrás de promoção para tentar encher Albert Park no próximo 18 de março. Parece coisa de quermesse do interior. Primeiro, anunciaram desconto para mulher solteira. Hoje, os organizadores avisaram que distribuirão dez mil ingressos para crianças.
 
Os GPs não vivem de bilheteria, mas ela ajuda. E, principalmente, a baixa venda de ingressos é um indicativo de que algo não anda bem. "Para que investir num negócio tão pouco popular?", pensarão os patrocinadores. E aí, começa a doer no bolso.
 
O fato é que, sem um ídolo, o GP australiano tende a definhar. O que me leva a pensar o que aconteceria por aqui se Barrichello parasse e Massa não tivesse surgido.

Escrito por Fábio Seixas às 18h02

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Youtube (sem noção) do dia

Não, isso não tem nada a ver com automobilismo (embora eles brinquem em carrinhos bate-bate). Mas acordei com essa música na cabeça hoje, decidi fuçar no Youtube, encontrei o vídeo e resolvi colocar aqui.
  
 
Pensando bem, esse programa todo era uma viagem, o que o encaixa perfeitamente no espírito do blog.

Escrito por Fábio Seixas às 14h00

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Demissões na F-1

O www.grandprix.com, o melhor site sobre bastidores políticos da F-1, noticia hoje que as 11 equipes concordaram no limite de 30 mil km de testes em 2007.
 
Isso é metade do que muitos times rodaram nos últimos anos. O acordo é conseqüência direta da extensão da duração dos treinos livres às sextas-feiras e do fim das algumas limitações técnicas. 
 
A partir do ano que vem, cada sessão terá meia hora a mais. Os pilotos terão mais jogos de pneus à disposição e poderão estourar motores à vontade.
 
Ou seja, para que gastar os tubos alugando autódromos, pagando equipes de segurança e sustentando equipes exclusivas para testes se é possível rodar sem limitação no circuito que vai receber o GP, dois dias antes da corrida?
 
A próxima conseqüência, diz o site, será o extermínio de alguns empregos. Nos próximos meses, os times devem reduzir _e muito_ seus grupos de testes.

Escrito por Fábio Seixas às 13h33

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cenas de um GP, a vez do internauta

Mais uma imagem sensacional, esta enviada pelo Marcelo Augusto.
 
O comentário que acompanha a foto: "Os copos da Nova Schin serviram para a criativade do pessoal... Foi no sábado antes do treino classificatório..."
 
 
Só no Brasil mesmo... Lá no paddock, correndo de um lado pro outro, a gente não tem idéia desse tipo de, digamos, "manifestação artística".
 
Continuem mandando que eu continuo publicando.

Escrito por Fábio Seixas às 12h46

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A frase

"Aqui [na Honda] fazemos muitas atividades de relações públicas e pensamos pouco sobre o carro. Estou lutando para mudar essa situação."
 
De Barrichello, na "Autosprint"

Escrito por Fábio Seixas às 15h58

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A volta de Paul

Paul Stoddart, o chefe de equipe de F-1 mais bacana depois de Eddie Jordan, está de volta.
 
Desiludido com o ambiente da categoria, volta suas baterias agora para os EUA. Segundo conta, a compra de uma equipe da ChampCar já está 50% certa.
 
Stoddart também falou nesta quinta-feira sobre o fim dos garagistas. Para ele, a F-1 pegou um caminho sem volta. "Os dias das equipes independentes acabaram. A não ser, claro, que o dono seja um multibilionário."
 
O autraliano agitou muito quando estava na F-1. E, via de regra, suas reclamações eram justíssimas. A ChampCar que se prepare. E que use as experiências dele para voltar a crescer.

Escrito por Fábio Seixas às 15h18

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cenas de um GP, a vez do internauta

As fotos que estão chegando são sensacionais. Obrigado a todos. Como combinado, a partir de hoje começarei a publicar imagens curiosas feitas pelos internautas nos dias de GP Brasil.
 
A primeira é do Thiago Fernando Teichmann, de Santa Cruz do Sul. Seguem trechos do texto, igualmente curioso, que ele mandou:

"Ocorreu na sexta-feira, fim de tarde. Estava com um pessoal que conheci em Interlagos, um de cada canto do país: Rondônia, Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul... e ao virar para frente, me deparo com dois engenheiros da Honda, curtindo tranquilos, a sombra da mesma árvore que a gente no setor A.
Claro que não ficaram muito tempo, cerca de 20 minutos, tempo mais que suficiente para que surgissem as mais doidas hipóteses: "Estariam eles verificando algum barulho estranho declarado por Rubens?", "Estariam aproveitando e vendo algumas mulheres depois de horas confinados no box?", ou ainda, e a qual mais demos risada: "Estavam ali para colher apelidos dados ao Rubinho, e como eram tantos, logo foram embora?"
 
 
Você ainda não mandou a sua? O que está esperando? Vamos lá, aproveite o feriadão e mande para o fseixas@folhasp.com.br suas fotos curiosas de Interlagos...
 

Escrito por Fábio Seixas às 11h24

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Desfalque no time

Exames concluídos, eia a pior seqüela do acidente de Gualter Salles no domingo: uma lesão nos ligamentos cruzados do joelho direito.
 
No Rio desde ontem, ele foi liberado pelos médicos para correr na pseudo-Jacarepaguá e em Interlagos, as duas últimas etapas da Stock neste ano.
 
Para voltar a jogar bola, porém, terá que entrar na faca, o que deve acontecer após o fim da temporada.
 
Gualter joga muito bem. Nos tempos de Indy (meus e dele), ele sofria para achar um carro competitivo, mas era a estrela do nosso time de futebol.
 
Quase sempre, era quem decidia os jogos. A honrosa exceção, lembro, foi em Elkhart Lake (ou seria Laguna Seca?), em 97. 
 
Bom, sei que o clássico Brasil x Resto do Mundo caminhava para um miserável 0 a 0 até que decidimos dar uma chance para o perna-de-pau André Ribeiro. Perna-de-pau, aliás, é um baita eufemismo.
 
O fato foi que Ribeiro, sempre apontado como "sortudo" por alguns colegas, fez juz à fama. No primeiro lance na grande área, uma bola acertou sua cabeça, do alto de seu 1,69 m.
 
Ganhamos por 1 a 0. Eram divertidos aqueles tempos em que a brasileirada na Indy enchia um time de futebol de campo, com direito a banco de reservas.

Escrito por Fábio Seixas às 19h50

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O verdadeiro paraíso

Alonso comprou uma mansão na Suíça e será vizinho de Schumacher, noticiam sites mundo afora.
 
Buscando privacidade? Querendo respirar o puro ar das montanhas ou comer chocolate de primeira linha? Nada disso. O motivo é muito mais mundano.
 
De uns tempos pra cá, a Suíça desbancou Mônaco da condição de habitat preferido de pilotos de tudo quanto é categoria.
 
Publiquei uma matéria sobre essa "tendência" (odeio esta palavra) tempos atrás. Resgatada do arquivo, a explicação é a seguinte:
 
"O motivo para essa migração é o mesmo que leva esportistas e magnatas do mundo todo a viver no principado: obter o máximo possível de vantagens fiscais.
 
Mas, no caso da Suíça, a jogada só funciona com pilotos. E tem origem em 1955, na mais trágica edição das 24 Horas de Le Mans. Naquele ano, um acidente entre um Mercedes-Benz e um Austin Healey matou 87 pessoas. Outros 108 torcedores ficaram feridos.
Como consequência, França, Alemanha e Suíça proibiram a prática do automobilismo. Pressionados pela indústria, os dois primeiros voltaram atrás.
 
Por causa do veto, a profissão "piloto de automóvel" não é reconhecida na Suíça. Assim, para efeito legal, Schumacher e seus colegas são vistos como desempregados.
 
Resultado: não pagam um centavo de imposto sobre seus rendimentos. Só desembolsam uma taxa pela ocupação da terra, espécie de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), negociável com cada Cantão."
 
Entendeu, agora, o "amor" dos pilotos pela Suíça?

Escrito por Fábio Seixas às 14h17

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Youtube (do internauta) do dia

A campanha de fotos dos internautas é um sucesso. Já recebi cada coisa boa... A partir de amanhã, começo a desover uma por dia por aqui.
 
Mas o Francisco Aguiar inovou. Mandou um vídeo feito lá na arquibancada.
 
Se você nunca esteve num autódromo vendo uma largada, saiba que é assim:  

No começo, dá até para ouvir a narração do Odinei Edson, aberta para todo o autódromo. Depois, fica impossível escutar qualquer outra coisa que não seja motor gritando...

Escrito por Fábio Seixas às 14h06

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cenas de um GP

Esta foi tirada segundos depois daquela foto da caixa da Ferrari. Faltava mais ou menos uma hora e meia para a largada e a tranqüilidade na reta não dava nenhuma indicação de que logo começaria a corrida mais aguardada dos últimos anos.

Aliás, tive uma idéia... Você por acaso estava em Interlagos e tem alguma foto curiosa? Mande para fseixas@folhasp.com.br, com sua identificação e a explicação da cena. Em tempo, por "foto curiosa" não entenda você e seus amigos bebendo cerveja e queimando o barrigão na arquibancada...

Escrito por Fábio Seixas às 09h30

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pesquisas, pesquisas...

O site MSportF1.com publica hoje uma compilação de resultados das pesquisas que fez com seus internautas ao longo do ano. Alguns resultados são divertidos, alguns são curiosos, outros acertam na mosca.
  
Quem será campeão do mundo em 2006?
A maioria clicou em Kimi Raikkonen. Schumacher foi o segundo mais votado.
 
Kimi será piloto da Ferrari em 2007?
A maioria clicou no "sim"
 
Schumacher vai trabalhar na Ferrari em 2007?
Votação apertada, mas a maioria apostou que sim
 
Massa será campeão do mundo em 2007?
A maioria disse que não e clicou na opção que apontava Raikkonen como o favorito
 
Schumacher trapaceou no treino oficial em Mônaco?
"Não", afirmou a maioria
 
Como??? Schumacher não trapaceou no principado? Essas pesquisas não servem mesmo pra nada...

Escrito por Fábio Seixas às 09h22

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Rubens, o retorno

E a turma do Pânico atacou de novo, desta vez num jogo de futebol dos pilotos no Pacaembu.
 
Sílvio, aquele que bateu o carro ontem, e Vesgo levaram para o Barrichello a Tartaruga Rubens, oferecida ao Schumacher às vésperas do GP Brasil.
 
Em Interlagos, questionado sobre a brincadeira, o piloto interrompeu a entrevista coletiva, disse que o humor brasileiro "às vezes é infantil", levantou e foi embora de cara feia.
 
Hoje foi bem diferente. Barrichello recebeu a tropa, deu risada e autografou Rubens, que, dizem os humoristas, será leiloada no programa.
 
Teria sido muito melhor se ele tivesse levado tudo na esportiva desde o começo. Tiraria, inclusive, um pouco da graça da brincadeira.
 
Barrichello há anos não tem assessor de imprensa ou alguém que zele por sua imagem. A atitude de hoje foi fruto exclusivo de uma cabeça fria.
 
Pena, para ele, que nem sempre seja assim.

Escrito por Fábio Seixas às 18h50

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Youtube do dia

Você, como eu, não estava assistindo à Stock no domingo de manhã?
 
Fique aqui com as imagens do acidente do Gualter Salles, como foram levadas ao ar na transmissão da Globo. A narração é do Luis Roberto, que entende muito de automobilismo.
 
 
Em tempo, Gualter não quebrou um osso, deixou o hospital ontem e hoje já pisa no Rio de Janeiro. Se bobear, amanhã estará no Maraca sofrendo para ver o seu Flamengo pegar o Santa Cruz, feliz da vida.

Escrito por Fábio Seixas às 11h36

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cenas de um GP

E continuamos com a desova de fotos do GP Brasil... Esta é da manhã de domingo, do "pit walk", o passeio de alguns felizardos pelo pit lane.
 
A concentração maior sempre acontece em frente à Ferrari.
 
 
Você estava lá?
 

Escrito por Fábio Seixas às 11h27

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Inimigos íntimos

A Red Bull acaba de anunciar sua "estratégia de motores" para o futuro.
 
Num comunicado de duas linhas, a empresa anuncia que "a partir de 2007, a Red Bull Racing usará motores Renault e a Toro Rosso, motores Ferrari".
 
Não é uma novidade retumbante, mas eu achava que uma das partes fosse encrencar. As duas equipes co-irmãs trocam informações o tempo todo e, para mim, o sigilo que envolve as fabricantes de propulsores inviabilizaria o acordo.
 
Pois é, realmente não existe nada impossível para Mateschitz. 

Escrito por Fábio Seixas às 10h12

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O aprendiz

Um internauta pergunta porque não escrevi nada sobre a história de o Schumacher se tornar superassistente de Todt.
 
Não escrevi porque ainda não estou muito certo de que vai acontecer.
 
A intenção da Ferrari existe, como Todt e Montezemolo deixaram bem claro no fim de semana.
 
Minhas dúvidas estão no lado do alemão. E são enormes.  Se tivesse que apostar, colocaria minhas fichas no sumiço de Schumacher por uns tempos. Acho que, até o meio do ano, ele não vai querer sarna pra se coçar.
 
Pronto, está escrito.

Escrito por Fábio Seixas às 16h43

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Cenas de um GP

Só hoje, oito dias depois do GP, tive tempo de sair à rua atrás de um cabo para a câmera digital.
 
Não achei o cabo, minha máquina é Samsung e aparentemente usa uma entrada de USB que ninguém mais utiliza. Esse tipo de coisa me deixa radiante...
 
Enfim, comprei um certo "card reader port", que promete ler 22 tipos de cartões. Não sei se é verdade, mas lê o da minha máquina e isso é o que importa.
 
Bom, chega de lenga-lenga. A partir de hoje, com um belo atraso, vou começar a desovar algumas imagens que fiz nos dias de GP Brasil.
 
Talvez seja melhor assim. Ajuda a frear o ar de nostalgia que já começa a tomar conta dos mais fanáticos.

Esta, abaixo, foi tirada uma hora e meia antes da corrida. É a caixa com os números e sinais que seriam mostrados na placa a Felipe Massa durante o GP.
 
 
Uma amiga minha diz que daria tudo por uma caixa dessas. Até onde sei, a Ferrari não vende.

Escrito por Fábio Seixas às 14h41

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ajustando a conduta

Parece que não é lá uma enorme novidade, mas só fiquei sabendo agora e gostei.
 
No dia 16, a Promotoria de Justiça do Consumidor de São Paulo assinou um "termo de ajustamento de conduta" com a prefeitura, a SPTuris e a Interpro determinando que o autódromo de Interlagos passe a respeitar o Estatuto do Torcedor.
 
Em tese, os ingressos e os assentos nas arquibancadas terão que ser numerados a partir do ano que vem. 
 
Em tese, se o sujeito comprou o lugar 2625-L, terá direito a sentar no 2625-L, chegue ele ao autódromo às 6h, às 7h, às 11h ou dez minutos antes da largada.
 
Em tese, acabarão aquelas histórias de dormir na fila e de levar copo de xixi na cabeça porque chegou tarde e quer sentar num lugar bom.
 
Na prática, vou esperar pra ver. As arquibancadas, afinal, já deveriam estar numeradas desde o GP Brasil de 2004, o primeiro sob vigência do estatuto.
 
A classificação do documento diz tudo. Houvesse correção dos organizadores, não precisaria haver agora um "termo de ajustamento de conduta".

Escrito por Fábio Seixas às 13h14

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A lenda

No meio do festival de press releases que inundaram minha caixa postal no fim de semana, um me chamou a atenção.
 
É de autoria da Meg Cotrim, ex-colega de viagens e assessora do primeiro time. Entre outros clientes, ela trabalha nesta temporada com o Ingo Hoffmann.
 
Título: "A 'lenda' está viva"
 
Disse tudo. Deve ter sabor especial, para um veterano como o Ingo, dar um sal em toda aquela molecada.

Escrito por Fábio Seixas às 11h34

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Aqui se faz...

Sabe o Sílvio Santos, do Pânico, aquele que dias atrás apareceu na coletiva da Ferrari para tirar um sarro do Barrichello?
 
Pois é... Hoje, 11h40, ao volante de seu Land Rover, ele bateu na traseira de um Focus na alameda Santos, na altura da Fnac, meio quarteirão antes do prédio da Jovem Pan.
 
Ninguém me contou, eu estava lá e vi. Não houve estrago nenhum, mas ele desceu do jipão e disse para a senhora do carro: "Foi sem querer".
 
Barbeiro, o humorista.

Escrito por Fábio Seixas às 11h22

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Moto, Stock e conexão discada

Ainda enrolado na mudança. Banda larga, só amanhã, acho. TV a cabo, terça-feira.

 

Ou seja, não vi a MotoGP e a Stock neste domingo e só agora, no fim da tarde, tive tempo de navegar. E de ficar surpreso.

 

Rossi caiu sozinho? Como assim? Na hora H, o italiano falhou? O paralelo com a situação de Schumacher é inevitável, como lembra o Kursh, lá da linda Natal, no seu comentário.

 

Bom, “o jogo só termina quando acaba”. E o título ficou com o Hayden. Vai ser bom para o futuro da categoria. Em tempo, aplausos para o curioso triunfo de Bayliss. Saiu da Superbike para uma corrida na MotoGP. Veio, viu e venceu.

 

Na Stock, o resultado foi mais normal, vitória do Ingo. Cacá foi sexto, Giuliano abandonou e com isso Maluhy colocou-se entre os dois no campeonato. Soube também que Gualter sofreu um acidente feio após ser tocado por Guto Negrão, mas que não quebrou nada além do carro.

 

Não vi o acidente, mas repito o que já escrevi aqui e na coluna da Folha algumas vezes: a direção da Stock precisa adotar punições mais rígidas para reduzir o bate-bate antes que alguém se machuque de verdade. Hoje os pilotos não pensam duas vezes antes de tocar um adversário.

Escrito por Fábio Seixas às 17h54

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nina Horta Fábio Seixas, 37, é jornalista com mestrado em Administração Esportiva pela London Metropolitan University, da Inglaterra, e Coordenador de Produção da Sucursal da Folha no Rio. É colunista de automobilismo da Folha e do UOL.


RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reproduçãoo do conteúdo desta Página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.