Fábio Seixas

Automobilismo e pitacos sobre tudo o mais

 

Marque na agenda

Com antecedência estranha, saiu o calendário da F-1 para o ano que vem.
 
Sei não, acho que ainda haverá mudanças _normalmente, as datas só são divulgadas lá por meados de setembro. Os fatos de o Mundial ser aberto pela Austrália, e não pelo Bahrein como previamente anunciado, e de Magny-Cours estar no programa também causam espécie. E ainda acho que vão encontrar uma data para uma corrida nos EUA, onde quer que seja.
 
Como revelado aqui ontem, o Mundial termina em 2 de novembro, feriado de finados, com o GP Brasil, em Interlagos. Isso não muda, esteja certo.
 
Às datas:
 
16.mar: Austrália, Melbourne
23.mar:Malásia, Sepang
6.abr: Bahrein, Sakhir
27.abr: Espanha, Barcelona
11.mai: Turquia, Istambul
25.mai: Mônaco, Monte Carlo
8.jun: Canadá, Montreal (sujeito a confirmação)
22.jun: França, Magny-Cours
6.jul: Inglaterra, Silverstone
20.jul: Alemanha, Hockenheim
3.ago: Hungria, Budapeste
24.ago: Europa, Valência (sujeito a aprovação da pista)
7.set: Itália, Monza
14.set: Bélgica, Spa-Francorchamps
28.set: Cingapura, Cingapura (sujeito a aprovação da pista)
12.out: China, Xangai
19.out: Japão, Monte Fuji
2.nov: Brasil, Interlagos

Escrito por Fábio Seixas às 09h37

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Você leu aqui primeiro

Já está decidido: no ano que vem, o GP Brasil fechará novamente a temporada.
 
Será no dia 2 de novembro, em Interlagos.

Escrito por Fábio Seixas às 14h02

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Campeonato manchado

Peraí, vamos ver se entendi direito...
 
O Conselho Mundial da FIA considerou a McLaren culpada por estar em posse de documentos da Ferrari. Mas "como não encontrou evidências de que o time usou essas informações", decidiu que não era o caso de punição.
 
Mas o Conselho informa que se encontrar essas evidências no futuro, a McLaren será chamada para novas explicações e será "severamente punida", podendo até ser excluída do Mundial. Uau, que seriedade, que rigidez...
 
Marmelada, marmelada feia, marmelada nojenta. A emenda ficou pior do que o soneto. "Encontramos as jóias do vizinho na sua casa, mas como não temos certeza que você as usou, tudo bem." Foi mais ou menos isso.
 
O Mundial de 2007, tão empolgante dentro das pistas, ficou seriamente manchado fora delas.

Escrito por Fábio Seixas às 10h20

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pit Stop especial, em Jacarepaguá

Pit Stop especial, em Jacarepaguá

O Pit Stop de hoje é diferente. Vicente Toledo e eu gravamos em Jacarepaguá, mostrando um pouco da melancólica situação de um dos autódromos mais sensacionais já construídos _e destruídos.
 
É triste passar ali todos os dias, a caminho do Riocentro, e ver três arenas maravilhosas, tinindo de novas, e logo a seguir as arquibancadas de Jacarepaguá enferrujadas, cercadas de mato, completamenta abandonadas.
 
Não dava para não falar sobre isso, foi uma violência, para dizer o mínimo. Mas, é claro, falamos também do GP da Europa, do duelo Massa x Alonso, da IRL em Mid-Ohio, da MotoGP em Laguna Seca.
 
O link para assistir, aqui.

Escrito por Fábio Seixas às 14h40

Comentários () | Enviar por e-mail | Pit Stop em vídeo | PermalinkPermalink #

A foto

A foto

Alívio, êxtase, reflexão, sentimento de estar de volta à briga. A foto do domingo é essa, de Daniel Maurer, da Associated Press.

Escrito por Fábio Seixas às 11h10

Comentários () | Enviar por e-mail | A foto | PermalinkPermalink #

Pílulas do dia seguinte

O Bahrain vai abrir a temporada de 2008, anunciaram os promotores de Melboune, que ficarão com a segunda data do calendário. A corrida australiana não acontecerá à noite, como queria Bernie, mas terá largada no meio da tarde, às 15h30 locais, 6h30 na maior parte da Europa, uma tentativa de agradar a audiência no Velho Mundo;
 
Não me convenceram os pedidos de desculpas entre Alonso e Massa pós-confusão. Os dois já haviam se tocado em Barcelona, repetiram a dose em Nurburging. Sou capaz de apostar que nenhum dos dois vai aliviar na próxima vez em que se encontrarem na pista. Está pintando uma rivalidade acirrada aí;
 
As "panes hidráulicas" podem enterrar a Ferrari no Mundial;
 
Nada mais importa agora, só a audiência do Conselho Mundial no dia 26. Já dei minha opinião em uma coluna na Folha assim que o caso estourou. E mantenho minha posição: Dennis ciente ou não, é óbvio que Coughlan passou os olhos nos documentos da Ferrari e os utilizou de alguma forma. Sim, seria uma pena, mas a McLaren deveria perder todos os pontos.

Escrito por Fábio Seixas às 10h14

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bandeira branca

O clima entre Massa e Alonso já ficou mais tranqüilo.

O espanhol chegou à entrevista coletiva pedindo desculpas, dizendo que já havia entendido que o toque foi coisa de corrida, etc e tal. "Agora vou curtir a vitória e esquece do resto", declarou o bicampeão.

O ferrarista aceitou, mas ficou o tempo todo de cara fechada.

E, para os repórteres brasileiros, depois da coletiva, falou um monte, foi incisivo.

"Parabéns pra ele que, no final, acabou me passando. Fiquei surpreso com a irritação dele, não aceitando, dizendo que eu tinha feito por querer. Aí quem ficou irritado fui eu, falei o que eu sentia e tenho certeza que ele se ligou que o errado não era eu e sim ele. Uma pessoa tem que aprender a perder e a vencer também, hoje não foi o caso. Mas tenho certeza que ele aprendeu depois. Ele é um grandíssimo piloto, sem dúvida, mas esse tipo de coisa tira toda a qualidade que ele tem."

Escrito por Fábio Seixas às 12h01

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bye, bye?

Barrichello chegará, em Interlagos, à marca de 249 GPs, superando os 248 de Schumacher e ficando atrás apenas dos 256 de Patrese, que ultrapassará no ano que vem.

Em Nurburgring, por ocasião da esperada renovação de contrato, o brasileiro da Honda, zero ponto no Mundial, falou sobre o fato: "Vou fazer uma camiseta pra Interlagos escrita 'Bye, Bye Schumacher'."

O alemão vai gargalhar quando souber, imagino.

Escrito por Fábio Seixas às 11h40

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Alonso, no lugar certo na hora certa

Para mim, enfurnado no Riocentro, foi aquela sensação de "poxa, bem nessa corrida, em que eu não estou trabalhando nem acompanhando como deveria, acontece de tudo"...
 
Uma prova muito boa, das melhores. Com chuva, não tem muito erro, a corrida normalmente é eletrizante. Nurburgring hoje teve chuva forte, lambanças variadas, pista seca, Liuzzi quase acertando um trator, Hamilton babando, Winkelhock liderando, Raikkonen abandonando, Alonso e Massa travando um duelo fantástico nas últimas voltas, com a pista novamente molhada. E o espanhol levando a melhor. Com tudo isso, não há prognóstico que dure.
 
Foi a 18ª vitória de Alonso, a terceira pela McLaren. Massa ficou em segundo, com Webber (pois é) completando o pódio. Hamilton cruzou em décimo. Um resultado que alterou bastante as distâncias na tabela do Mundial.
 
"Absolutamente brilhante", disse a equipe a Alonso, assim que ele cruzou a linha de chegada. Não chegou a tanto. Alonso fez uma boa prova, estava no lugar certo na hora certa, mas não chegou a ser brilhante. Principalmente na disputa pela primeira posição: ele tinha mais carro naquele momento, não aliviou, mas arriscou demais, tentando passar de qualquer jeito e tocando desnecessariamente o brasileiro. E ainda foi reclamar. Por pouco não saíram uns tapas ali antes do pódio. Vai dar pano pra manga.
 
Massa tentou segurar, mas ali não tinha muito o que fazer. Ficou irritado, é compreensível, mas isso acontece em corridas. Hoje, o dia era do outro.
 
A F-1 chegou a Alemanha com Hamilton na liderança da classificação, com 12 pontos de vantagem sobre Alonso. Raikkonen tinha 18 pontos a menos que o inglês. Massa, 19.
 
Sim, Hamilton continua na ponta, mas com apenas dois pontinhos de folga sobre o companheiro de equipe. Massa agora é o terceiro, a 11 do novato. E Raikkonen caiu para quarto, com os mesmos 18 pontos de distância.
 
O campeonato está aberto, muito aberto, abertíssimo. Mas tenho minhas dúvidas de que a FIA vai deixar que continue assim.
 
Fico por aqui hoje, ainda tenho muito Pan pela frente.
 
Os comentários ficam com vocês.

Escrito por Fábio Seixas às 10h21

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nina Horta Fábio Seixas, 37, é jornalista com mestrado em Administração Esportiva pela London Metropolitan University, da Inglaterra, e Coordenador de Produção da Sucursal da Folha no Rio. É colunista de automobilismo da Folha e do UOL.


RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reproduçãoo do conteúdo desta Página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.