Fábio Seixas

Automobilismo e pitacos sobre tudo o mais

 

Diferente, mas parecido

A Red Bull deixou de lado, hoje, aquela esquisitice na carenagem sobre o motor. Mas não abandonou a idéia.
 
Webber foi assim para a pista neste segundo dia de testes em Barcelona...
                                                                                                        Josep Lago/France Presse

Escrito por Fábio Seixas às 16h24

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Barcelona, dia 2

Ainda treinando com o carro de 2007, que deve usar nas três primeiras etapas de 2008, a Toro Rosso foi a mais rápida hoje em Barcelona.

 

Nada espantoso, porém.

 

Pelo que li por aí, os Sebastiões conseguiram seus tempos quando simulavam voltas lançadas, maneira que a equipe encontrou para tentar entender exatamente onde seu carro está em relação à concorrência.

 

Só faltou combinar com os russos. Em outras palavras: como os outros times não seguiram a mesma programação, ficou difícil fazer comparações.

 

Hamilton fez o terceiro tempo, seguido por Kovalainen.

 

E a notícia, mesmo, está no pé da folha de tempo: a Honda não foi a última colocada! Aleluia!


Aos tempos:

 

1º. Vettel (Toro Rosso), 1min21s679 (89 voltas)

2º. Bourdais (Toro Rosso), 1min21s782 (88 voltas)

3º. Hamilton (McLaren), 1min22s135 (80 voltas)

4º. Kovalainen (McLaren), 1min22s511 (70 voltas)

5º. Kubica (BMW), 1min22s833 (90 voltas)

6º. Alonso (Renault), 1min22s938 (115 voltas)

7º. Piquet (Renault), 1min23s002 (115 voltas)

8º. Webber (Red Bull), 1min23s020 (75 voltas)

9º. Heidfeld (BMW), 1min23s070 (94 voltas)

10º. Coulthard (Red Bull), 1min23s322 (85 voltas)

11º. Rosberg (Williams), 1min23s347 (34 voltas)

12º. Nakajima (Williams), 1min23s948 (40 voltas)

13º. Button (Honda), 1min23s959 (58 voltas)

14º. Liuzzi (Force India), 1min24s263 (61 voltas)

Escrito por Fábio Seixas às 15h48

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Samba, sol e coluna

Samba, sol e coluna

Hamilton é o personagem da reestréia da coluna da Folha aos sábados.
 
Um trecho: "A aposta da McLaren em Hamilton é mais séria do que a prudência recomendaria. Ok, ele fez um 2007 sensacional, mas uma temporada parece ser uma amostragem pequena -e arriscada- para empenhar uma equipe com o tamanho e a história da McLaren. Pode dar certo? Pode. Pode dar errado? Bem, não seria exatamente a primeira vez que um esportista brilhante num campeonato murcha no ano seguinte."
 
O texto, na íntegra, está aqui, para assinantes da Folha e do UOL.
 
PS: Tentarei a partir de agora tocar esta seção sem um nome fixo. Vamos ver até onde a criatividade chega...

Escrito por Fábio Seixas às 14h40

Comentários () | Enviar por e-mail | Colunas na Folha | PermalinkPermalink #

Alonso e o número misterioso

Fernando Felipe Dantas Tuma, que mora em Salamanca (êêê, beleza), mandou uma dica interessante: um vídeo no site do "El Mundo Deportivo" em que Alonso conversa com Antonio Lobato, seu jornalista preferido.
 
Lobato brinca com aqueles dois ases que Alonso pintou no capacete. Saca um terceiro e pede para Alonso escrever na carta a posição em que ficará no Mundial.
 
A brincadeira é que, pelos movimentos da mão do piloto, as pessoas estão tentando adivinhar o número que ele colocou ali. O Fernando acha que foi um 2 ou um 5. Eu fico com o 2.
 
 
 
Enfim, o vídeo pode ser encontrado aqui. O que vocês acham?
 
Só espero que o Lobato abra mesmo o tal envelope depois do GP Brasil

Escrito por Fábio Seixas às 19h09

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Barcelona, dia 1

Hamilton foi o mais rápido em Barcelona hoje, primeiro dia de mais uma bateria de testes da F-1.

 

Sem a concorrência da Ferrari, o inglês cravou 1min22s263, 0s626 melhor que seu amigo Alonso, o segundo colocado.

 

A BMW enfim fez um treino decente, com Kubica. E a promoção do dia veio da Force India, colocando Fisichella em quarto.

 

Nakajima bateu forte, vítima de um erro na montagem da asa dianteira, e a Williams achou melhor recolher também Rosberg para analisar o caso. Amanhã, o alemão volta ao carro.

 

E a Honda? Mais um dia de testes com o RA108, mais um dia na rabeira. Foi assim em todos os treinos até agora. Todos. Tsc, tsc...

 

Aos tempos:

 

1º. Hamilton (McLaren), 1min22s263 (82 voltas)

2º. Alonso (Renault), 1min22s889 (61 voltas)

3º. Kubica (BMW), 1min22s983 (65 voltas)

4º. Fisichella (Force India), 1min23s015 (98 voltas)

5º. Heidfeld (BMW), 1min23s270 (52 voltas)

6º. Paffett (McLaren), 1min23s349 (45 voltas)

7º. Piquet (Renault), 1min23s367 (44 voltas)

8º. Vettel (Toro Rosso), 1min23s387 (89 voltas)

9º. Rosberg (Williams), 1min23s453 (12 voltas)

10º. Coulthard (Red Bull), 1min23s491 (60 voltas)

11º. Webber (Red Bull), 1min23s547 (52 voltas)

12º. Bourdais (Toro Rosso), 1min23s836 (54 voltas)

13º. Nakajima (Williams), 1min23s955 (35 voltas)

14º. Barrichello (Honda), 1min24s125 (53 voltas)

15º. Wurz (Honda), 1min26s975 (26 voltas)

                                                                                                                           Toni Albir/Efe

Pouca gente foi torcer por Hamilton hoje no circuito de Barcelona

Escrito por Fábio Seixas às 16h47

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O carro-leme

No lançamento do carro, dias atrás, a Red Bull foi criticada por não apresentar novidades.

 

Pois bem. Hoje, em Barcelona, o RB4 calou a boca desses críticos. Veja você mesmo...

 

 

 

A idéia é melhorar a estabilidade lateral e entregar um ar mais “limpo” para a asa traseira.

Uma bobagem? Um devaneio? Antes de qualquer conclusão, esperemos os resultados dos testes. E lembremos que quem está por trás disso é um certo Adrian Newey.

(Assim que chegarem fotos melhores, posto aqui) 

Escrito por Fábio Seixas às 10h14

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O fim do hambúrguer

Recebo a notícia da morte do Seu Oswaldo, sim, o Seu Oswaldo da lanchonete do Seu Oswaldo, na rua Bom Pastor, no Ipiranga.

 

Triste. E quem já enfrentou filas para sentar naquele balcão e comer aquele x-salada sabe do que estou falando...

Escrito por Fábio Seixas às 10h03

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Para estudar e aprender

Qual foi a marca que mais apareceu nas telas de TV durante as transmissões da MotoGP em 2007?
 
Esqueça Honda, Yamaha, Ducati, Bridgestone, Michelin...
 
A empresa que mais obteve retorno em exposição gastou bem menos do que qualquer uma dessas marcas tradicionais. O logo que mais apareceu foi este...
 
 
 
Segundo levantamento do instituto Margaux Matrix publicado pela revista "SportsPro", a Alpinestars, marca italiana de artigos esportivos, apareceu por 2h56min20s nas transmissões das etapas do último campeonato.

A Marlboro aparece em segundo, 2h30min49s, seguida por Fiat (2h15m52s) e Repsol (2h02min11s). A primeira marca de motos foi a Yamaha, em quinto lugar no geral: estampou a telinha por 2h00min50s.
 
As fábricas de motos estão fazendo algo muito errado? Talvez.
 
Mas a resposta-chave é outra: com um marketing agressivo, de infiltração e de relacionamento com pilotos e equipes, a Alpinestars está dando um banho em todo mundo.
 
É um belo case para estudantes de marketing esportivo.

Escrito por Fábio Seixas às 16h23

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A corrida dos blogs

Se este blog fosse um piloto da temporada 2007, seria Kovalainen.
 
Pelo menos é o que aponta a parcial do Prêmio Ibest: somos sétimos colocados na categoria Blogs de Esportes.
 
Para ajudar este espaço a se tornar pelo menos um Kubica ou um Heidfeld, é só clicar aqui.

Escrito por Fábio Seixas às 15h33

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Com uma parceira assim...

A Williams terá um novo patrocinador em 2008, a McGregor Fashion, uma rede de lojas de roupa.
 
Que já começou mal, estragando a surpresa mais bem guardada pela equipe em 2008.

Explico: semanas atrás, a Williams levou parte do time para Monteblanco, perto de Sevilha. O objetivo, produzir fotos e vídeos promocionais para serem usados ao longo da temporada. 
 
O carro, por isso mesmo, estava pintado com o layout definitivo de 2008. Aquele mesmo layout que vem sendo cercado pelo mais absoluto sigilo e que só seria revelado às vésperas da abertura do Mundial.
 
Seria. Porque a MGregor colocou algumas fotos de Monteblanco no seu site, gerando desconforto em Grove. Esta, por exemplo, saiu de lá. 
 
 
Não dá pra ver muita coisa, mas já dá pra notar que a pintura do carro não muda quase nada em relação à de 2007.

Escrito por Fábio Seixas às 14h57

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sem graça, mas com Di Grassi

Comi bola, admito.
 
Uma bola enorme.
 
Houve, sim, uma grande novidade hoje em Paris. Lucas Di Grassi foi confirmado como piloto de testes da Renault, ao lado de Romain Grosjean.
 
Como o francês ainda é inexperiente e vai disputar a GP2, caberá ao brasileiro o grosso do trabalho nos treinos ao longo da temporada.
 
"Neste ano vou participar da maior parte do trabalho da equipe de testes e estarei em todas as corridas como piloto reserva. Vou observar a equipe e entender melhor como ela opera, de forma que possa me desenvolver continuamente, disse Di Grassi, no comunicado distribuído à imprensa.
 
Solucionado, portanto, um dos enigmas da pré-temporada. Perdi as contas das vezes em que recebi a pergunta "o que fará Di Grassi?"
 
Agora, posso responder. Continuará perseguindo seu sonho. Sorte para ele.
                                                                                                                               Divulgação
Nelsinho, Alonso, Grosjean e Di Grassi, na apresentação do R28
 
PS: Agradecimentos ao Andrei Spinassé pelo toque e pelo trocadilho infame

Escrito por Fábio Seixas às 14h44

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Apresentação sem graça

Lançamento de carro que todo mundo já viu na pista não é dos eventos mais excitantes. Mas, vá lá, a apresentação do R28 merece alguns comentários.
 
Não pelo carro, já dissecado aqui. Mas pelos discursos de Briatore e cia, dos mais realistas.

A começar pelo próprio. "Acredito que precisamos lutar por pódio e por vitórias, precisamos ser protagonistas do show. Só há um vencedor no campeonato e isso não é fácil. Mas precisamos estar ali, na luta pelo pódio. Precisamos começar cada corrida com 50% de chances de ficar entre os top 4."
 
Ou seja, Briatore coloca a Renault entre as quatro primeiras do Mundial. Já sentiu a força da BMW em 2007 _ou da Williams nesta pré-temporada.
 
"No momento, o campeonato está aberto, porque ninguém sabe como a outra equipe realmente está. E todo mundo está falando de Ferrari e McLaren, o que pode ser bom para nós", disse Alonso.
 
"Para fazer o meu melhor, vai depender de o quanto conseguiremos progredir com esse carro. Se o carro puder ir ao pódio, vou tentar o pódio. Se puder vencer, vou tentar vencer", completou Nelsinho.

E para não falarem em boicote deste megablog contra uma pequena montadora, seguem duas imagens da apresentação, em Paris.
                                                                                                           Fotos Christophe Ena/AP
 
 

Escrito por Fábio Seixas às 13h14

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Teto furado

Acontece hoje a reunião entre a FIA e as equipes para discutir um teto de custos a partir de 2009.

 

Se a medida for aprovada, será uma revolução, bradarão muitos.

 

Em teoria, rebaterá este blogueiro.

 

Porque quero é ver como a FIA vai fiscalizar os gastos dos times. Vai pedir prestação de contas? Todo mundo vai ter de entregar notinhas? Todos comprarão dos mesmos fornecedores?

 

Não, não vai funcionar.

Escrito por Fábio Seixas às 10h15

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lista de preços

Três meses após o fim da última temporada, Barrichello enfim encontrou um consolo para o zero ponto marcado em 2007. A FIA, neste ano, decidiu fazer uma cobrança diferente da superlicença, proporcional ao desempenho de cada piloto no campeonato anterior.

 

A habilitação para a F-1 custa agora € 10.000, mais € 2.000 por ponto marcado. Abaixo, o quanto cada um terá de desembolsar:

 

Raikkonen: €230.000
Hamilton: €228.000
Alonso: €228.000
Massa: €198.000
Heidfeld: €132.000
Kubica: €88.000
Kovalainen: €70.000
Fisichella: €52.000
Rosberg: €50.000
Coulthard: €38.000
Wurz: €36.000
Webber: €30.000
Trulli: €26.000
Vettel: €22.000
Button: €22.000
Sato: €18.000
Liuzzi: €16.000
Sutil: €12.000
Barrichello, Nelsinho, Davidson, Nakajima e Bourdais: € 10.000

Escrito por Fábio Seixas às 10h02

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Spice boys

Um tal de Spice Group, um conglomerado indiano de telecomunicações, teria confirmado interesse na compra da Super Aguri.
 
O grupo está por trás da participação de Karthikeyan na A1 GP. E estaria disposto a alçar vôos mais altos.

Segundo a imprensa indiana, formalmente a equipe de F-1 custaria US$ 1. Com um "detalhe": o Spice Group herdaria uma dívida de US$ 47 milhões.
 
Tudo isso em apenas dois anos? Quem disse que Aguri san não é rápido?

Escrito por Fábio Seixas às 21h48

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Timão Grand Prix

Recebo comunicado anunciando o Corinthians como mais novo integrante da Fórmula Superleague, categoria que promete estrear em agosto, unindo automobilismo e futebol.
 
O Corinthians seria o décimo clube a fechar com os organizadores, que já haviam anunciado Flamengo, Milan, PSV Eindhoven, Porto, Borussia Dortmund, Anderlecht, Basel, Galatasaray e Olimpiacos.
 
Mandaram até fotos.
 
 
 
 
Por ora, vale pela curiosidade. Só.
 
Como já disse aqui, só vou acreditar nessa categoria quando o primeiro treino começar...

Escrito por Fábio Seixas às 16h06

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Corrente eterna

Recebi sei lá quantos e-mails nesta semana conclamando fãs de Senna a votarem numa pesquisa do "Corriere della Sera" para apontar o maior piloto de todos os tempos.
 
Fiquei com a sensação de notícia velha. Fui checar. E é mesmo. Há exato um ano, em janeiro de 2007, postei aqui sobre essa pesquisa.

Sem novidades, portanto. Deve ser uma pesquisa eterna, sem data para terminar, para delírio dos Sennistas.
 
Se mesmo assim você quiser votar, ok, o link é este. Mas, por favor, parem de me mandar esta corrente.
 
(Procurando o post de janeiro do ano passado, acabei lendo o post imediatamente posterior, sobre as empanadas de Montevidéu. Saudades...)

Escrito por Fábio Seixas às 15h56

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Noitada boa

A FIA acaba de divulgar os horários das corridas nesta temporada.
 
A grande novidade, claro, é a programação do GP de Cingapura, a primeira corrida noturna da história da categoria.

O primeiro treino livre acontecerá às 16h locais, com claridade, portanto. O segundo já será às 20h. No sábado, a sessão livre será crepuscular, às 17h. A definição do grid começará às 20h.

A largada, enfim, será às 20h locais, 13h na maior parte da Europa.
 
Em tempo: no fim de setembro, Cingapura está 12 horas à frente do horário de Brasília. Os treinos das 20h e a largada, portanto, serão às 8h daqui.

Escrito por Fábio Seixas às 15h30

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Rubens e Gil

De tudo o que vi por aí desde ontem e que não consegui postar em cima do lance, duas notícias me chamaram a atenção.
 
A primeira, a seguinte declaração de Barrichello. "Quando eu saí da Ferrari e vim para a Honda, o único motivo foi o espaço, meu espaço na Ferrari não era bom o suficiente. Eu sempre pedia mais, sou um cara que nunca fica contente em ser segundo. No pódio, quando eu parava para deixar o Michael passar, parecia que tudo estava bem. Mas, entre quatro paredes, havia sempre uma briga pesada."
 
A outra foi a volta de Gil às pistas, como piloto de uma equipe própria na American Le Mans Series. Gil é dos caras mais bacanas que conheci nestes anos de automobilismo, um baita piloto e uma grande cabeça, em todos os sentidos. Vai dar certo nessa nova empreitada, não tenham dúvida.

Escrito por Fábio Seixas às 15h07

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pit Stop aberto

Pit Stop aberto

Querem uma boa notícia?

 

O Pit Stop agora é aberto, não é mais exclusivo para assinantes do UOL.

 

O programa de hoje está neste link aqui.

Escrito por Fábio Seixas às 21h13

Comentários () | Enviar por e-mail | Pit Stop em vídeo | PermalinkPermalink #

Uma pergunta e uma sugestão

Dúvida de um paulistano que passou boa parte do dia parado no trânsito: quando São Paulo contará com semáforos à prova d’água?

 

Por que não usam parte do dinheiro das multas pra isso?

Escrito por Fábio Seixas às 21h11

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O grid que encolhe

Mosley conversou com jornalistas ontem e foi sondado sobre a saúde financeira das equipes, em especial da Super Aguri.

 

Respondeu acreditar que a equipe estará no grid de Melbourne. “Mas não apostaria minha vida nisso”, completou.

 

Na seqüência, foi questionado sobre as chances de as 11 equipes chegarem ao fim do campeonato. “Poucas”.

 

Ao que tudo indica, a F-1 voltará a ficar com apenas dez equipes em breve. O que é muito chato.

 

Sou do tempo das pré-classificações, dos grids lotados, de equipes nanicas, várias beirando o bizarro, mas que proporcionavam o surgimento de pilotos, engenheiros, mecânicos, enfim, que eram uma escola de mão de obra.

 

Um grid de F-1 só com 20 carros, como aconteceu pouco tempo atrás, é triste.

Escrito por Fábio Seixas às 09h16

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pit Stop no meio da correria

O dia será corrido e só devo voltar aqui mais tarde.

 

Mas às 14h30 tem Pit Stop. Que vai falar bastante dos testes da semana passada em Valência e do lançamento do carro da Honda, que acontecerá daqui a pouco. Será que a equipe vai manter o mote ecológico?

 

Para assistir ao programa ao vivo, é só clicar aqui.

Escrito por Fábio Seixas às 09h10

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Lewis e a máquina do tempo

Acabo de receber o último exemplar da "Racing Line", a revista da McLaren.
 
Que traz uma entrevista interessante com Hamilton, feita com perguntas enviadas por torcedores.
 
Não sei até que ponto os editores e a assessoria do time douraram as respostas _trata-se de uma publicação oficial, afinal. Mas, se realmente deu a resposta abaixo à pergunta que foi feita, Hamilton está de parabéns. É um estudioso.
 
Pergunta do torcedor Dillon Rodgers, do Reino Unido: "Se você pudesse entrar numa máquina do tempo e disputar qualquer corrida da história, qual seria e quem você gostaria de ter como companheiro de equipe?"
 
Hamilton: "Eu provavelmente teria de escolher entre dois GPs. Na primeira opção, eu seria companheiro de Ayrton Senna no GP de Mônaco de 92. As três últimas voltas daquela corrida foram incríveis. Nigel Mansell ficou grudado na asa traseira do MP4/6 de Senna, dançando de um lado pro outro para tentar passar. Mas mesmo com os pneus mais desgastados e com Mansell num carro mais rápido, Senna se defendeu brilhantemente e venceu pela quinta vez em Mônaco. A outra corrida seria o GP do Japão de 89, em que Senna e Prost travaram uma batalha impressionante. Eles bateram no final, mas foi uma corrida sensacional. Dramática."
 
Eu estaria em Donington-93, na maior corrida que Senna fez. Ou lá mesmo em Donington, mas em 37, no primeiro dos dois "GPs de Hitler". Ou em Interlagos-75, participando da festa do Moco.
 
E você?

Escrito por Fábio Seixas às 18h22

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Uma categoria que renasce

A F-3 sul-americana, que quase morreu anos atrás, está tentando se reorganizar. E anunciou hoje um calendário interessante para a temporada.
 
Interessante porque a categoria voltará a correr em Fortaleza, em Cascavel e em Piriápolis, no Uruguai. Serão nove rodadas duplas, assim distribuídas:
 
16.mar: Curitiba
13.abr: Fortaleza
11.mai: Santa Cruz do Sul
8.jun: Brasília
6.jul: Córdoba (ARG)
3.ago: Cascavel
7.set: Tarumã
2.nov: São Paulo
23.nov: Piriápolis (URU)
 
Não sei ainda quantos ou quais pilotos correrão, mas um próximo passo seria atrair mais gringos para a disputa.
 
Parabéns à turma que vem fazendo esse trabalho de reestruturação. O automobilismo brasileiro, carente de uma confederação atuante, agradece. 

Escrito por Fábio Seixas às 14h39

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Tô fora!

Dennis foi curto e grosso ao comentar rumores de que estaria de olho na vaga de Mosley quando deixar a McLaren, o que deve ocorrer no ano que vem.
 
"Nunca cogitei e e não cogito isso agora. O que me motiva é o comando de uma equipe, não de um esporte", disse.
 
Dennis cometeu barbeiragens no ano passado, mas é um dos nomes mais qualificados para a presidência da FIA. O outro é Todt, que também já abriu mão do abacaxi.
 
Quem substituirá Mosley quando ele decidir parar? Hoje não há candidatos.
 
Ou há: o fantoche que Ecclestone escolher.

Escrito por Fábio Seixas às 14h16

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A foto

A foto

Um troféu. Quatro bandeiras diferentes.
 
Imagem que só o automobilismo proporciona para você.
 
 
 
Pruett, Montoya, Franchitti e Rojas comemoram a vitória nas 24 Horas de Daytona.
 
A foto é de Marc Serota, da France Presse.
 
Em tempo: Raphael Mattos, em companhia de David Haskell, Sylvain Tremblay e Nick Ham, venceu na categoria GT e ficou em nona na geral _o que é impressionante, com um carro cerca de 10 segundos mais lento que os protótipos.
 
Mattos, pouco a pouco, vem fazendo uma bela carreira nos EUA. Em 2007 venceu a Atlantic e, para este ano, fechou com a Andretti-Green para disputar a Indy Pro Series.
 
Talvez por ter optado por outro caminho que não o automobilismo europeu, não recebe tanta atenção por aqui. Mas já faz por merecer.

Escrito por Fábio Seixas às 13h42

Comentários () | Enviar por e-mail | A foto | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nina Horta Fábio Seixas, 37, é jornalista com mestrado em Administração Esportiva pela London Metropolitan University, da Inglaterra, e Coordenador de Produção da Sucursal da Folha no Rio. É colunista de automobilismo da Folha e do UOL.


RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reproduçãoo do conteúdo desta Página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.