Fábio Seixas

Automobilismo e pitacos sobre tudo o mais

 

Passar o safety car não vale!

Em Sentul, na Indonésia, aconteceu nesta madrugada a primeira prova da segunda rodada dupla da GP2 asiática.

 

Bruno largou em décimo, assumiu a ponta logo no início, mas foi punido por ultrapassar o safety car e terminou em sétimo.  

 

“Deixei o motorista do safety car abrir grande distância, mas ele continuou tão lento que encostei nele rapidamente. E não poderia frear bruscamente por causa do risco de uma pancada”, disse, segundo o comunicado distribuído à imprensa.

 

Passar o safety car antes do permitido? Tsc, tsc, tsc... Menos mal que, com a regra do grid invertido, isso signifique largar em segundo, amanhã.

 

A vitória, na bandeirada, foi do italiano Luca Filippi, mas ele acabou desclassificado por ter usado pneus do companheiro de equipe. Sébastien Buémi herdou o primeiro lugar, seguido por Adrian Vallés e Ben Hanley.

 

Diego Nunes e Alberto Valério não completaram a corrida.

 

Com o resultado, Romain Grosjean continua na liderança da tabela, com 24 pontos. Vallés é o vice-líder, com 13. Bruno aparece em terceiro, com 12.

Escrito por Fábio Seixas às 18h37

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Geração chocolate

Kovalainen seguiu os passos de seu companheiro de McLaren e de tantos outros colegas e comprou uma mansão em Coppet, cidadezinha na margem norte do lago de Genebra.

 

Além da dupla da McLaren, Alonso, Raikkonen, Heidfeld, Vettel e Sutil, da turma que está na ativa, moram na Suíça. O motivo de todos é o mesmo: pagar menos impostos. 

 

Mônaco? Segue cada vez mais abandonada pela trupe da F-1.

 

É… A categoria está mesmo ficando chata.

Escrito por Fábio Seixas às 18h22

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sábado, casamento de viúva e coluna

Sábado, casamento de viúva e coluna

Fiz as contas: para a maioria das equipes da F-1, restam apenas sete dias de testes antes do embarque para Melbourne.

 

Não há tempo para quase nada, pois. Que tal uma série de palpites?

 

É este o tema da coluna de hoje, aqui, para assinantes da Folha e do UOL.

Escrito por Fábio Seixas às 18h14

Comentários () | Enviar por e-mail | Colunas na Folha | PermalinkPermalink #

Um pouco de arte

Descobri hoje, meio sem querer, o "Motor Racing Programme Covers Project".
 
É o site de um adorável maluco chamado Malcolm Mitchell, que coleciona pôsteres e programas de corridas mundo afora, desde o começo dos tempos.
 
Tem coisa muito bonita aí, obras de arte. E não estou exagerando. Houve momentos em que os pôsteres de corridas e as capas dos programas eram desenhados por artistas e seguiam a escola em voga na época.
 
Há desenhos art nouveau. Há desenhos clássicos. Há desenhos que remetem à Bauhaus e à imponência dos murais comunistas. Há desenhos cubistas. Há referências à pop art. E há pôsteres e capas bregas, os mais recentes _triste época, esta em que vivemos.
 
Enfim, fuçar o site é um belo passatempo para o fim de semana.
 
Abaixo, alguns dos meus preferidos...
 
 
 
 
 
E que me perdoe o amigo Reginaldo Leme, mas esta capa do guia do GP Brasil de 1985 ficou bem esquisita...
 

Escrito por Fábio Seixas às 19h11

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Tropa de elite

A Peugeot anunciou hoje a trupe de pilotos que defenderá a marca nas 24 Horas de Le Mans.
 
É de impor respeito, como se o 908 HDi FAP já não bastasse.
 
São 10 pilotos, 8 com experiência na F-1.
 
Nicolas Minassian, Marc Gené, Christian Klien, Pedro Lamy, Franck Montagny, Stephane Sarrazin, Jacques Villeneuve, Alexander Wurz e Ricardo Zonta. O piloto reserva será Anthony Beltoise.
 
A divisão de equipes ainda não foi anunciada, mas será curioso de qualquer forma ver Villeneuve e Zonta trabalhando juntos.
 
Em 2007, a Peugeot fez a pole, mas terminou a prova em segundo. Pelo visto, não quer deixar a chance escapar novamente.

Escrito por Fábio Seixas às 14h06

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Isso é um F-1?

A Red Bull foi assim para a pista de Jerez, hoje...
                                                                                       Jaro Muñoz/Efe
 
Dá para ter mais penduricalhos do que isso?

Escrito por Fábio Seixas às 16h51

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Jerez, dia 4

Terminou mais uma bateria de testes da pré-temporada. E algumas situações começam a ficar claras. Já era tempo, até porque resta pouco: daqui a um mês, estaremos comentando os resultados dos primeiros treinos livres em Melbourne.

 

A Ferrari não testou com a turma toda nesta semana, mas já deu claros sinais de força. A McLaren, por ora, está um pouco atrás, mas não é nada irrecuperável.

 

A terceira força? Na pré-temporada, indubitavelmente é a Williams. Mas ainda vou esperar para cravar essa. Não tanto pela BMW, que se perdeu desde o fim de 2007 e só se encontrou outro dia. Mas por Alonso na Renault, parceria que merece respeito.

 

A Red Bull hoje voltou a andar bem, mas os próprios pilotos não estão levando muita fé nesses tempos.  

 

Por tudo isso, o miolo do grid ainda está meio embolado. Mas o fundão, não: é da Honda e ninguém tasca.

 

Os próximos testes coletivos acontecem a partir do dia 25, em Barcelona.

 

Aos tempos:

 

1º. Kovalainen (McLaren), 1min17s974 (96 voltas)

2º. Coulthard (Red Bull), 1min18s485 (107 voltas)

3º. Nakajima (Williams), 1min19s117 (90 voltas)

4º. Hamilton (McLaren), 1min19s429 (83 voltas)

5º. Kubica (BMW), 1min19s535 (129 voltas)

6º. Vettel (Toro Rosso), 1min19s688 (53 voltas)

7º. Piquet (Renault), 1min19s817 (134 voltas)

8º. Bourdais (Toro Rosso), 1min19s848 (101 voltas)

9º. Heidfeld (BMW), 1min19s934 (116 voltas)

10º. Webber (Red Bull), 1min19s980 (107 voltas)

11º. Fisichella (Force India), 1min20s669 (89 voltas)

12º. Button (Honda), 1min20s988 (121 voltas)

13º. Davidson (Super Aguri), 1min21s010 (103 voltas)

14º. Hulkenberg (Williams), 1min21s116 (71 voltas)

15º. Di Grassi (Renault), 1min21s286 (73 voltas)

16º. Wurz (Honda), 1min21s605 (103 voltas)

Escrito por Fábio Seixas às 15h08

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Eis a calota

Enfim, aqui está a novidade introduzida pela McLaren, hoje, em Jerez.
                                                                                        Jaro Muñoz/Efe
 
 
Como o internauta Raul já comentou no post anterior, trata-se de um duto de ar para os freios. E parece estar funcionando.
 
Se a McLaren continuar voando, não dou duas semanas para todo mundo aparecer com isso nas rodas.

Escrito por Fábio Seixas às 14h31

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Um achado?

Pelas primeiras notícias, a McLaren encontrou algo no MP4-23, hoje, em Jerez: Kovalainen foi à pista com aquelas calotas nas rodas dianteiras e, pela manhã, baixou em meio segundo o tempo de ontem de Webber.
 
Pelo que li por aí, as calotas são diferentes das que vemos desde que a Ferrari inventou o negócio, no GP da Turquia de 2006. Deixariam as laterais dos pneus menos expostas.
 
Enfim, vamos esperar. Para ver e para avaliar.

Escrito por Fábio Seixas às 13h20

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sobre ódios e paixões

O Ministério Público do Trabalho acusa Milton da Silva, pai de Ayrton Senna, e dois sócios de manter 82 trabalhadores em condição análoga à escravidão numa fazenda na Bahia.
 
Para saber mais, clique aqui.
 
Não sei se é verdade. Para ser sincero, não sabia nem que ele tinha uma fazenda na Bahia.
 
Se forem culpados, que paguem por isso _e que paguem pesado, porque escravidão ou "condição análoga à escravidão" é coisa que enoja. Se não forem, ótimo.
 
Mas que uma situação séria como esta não seja usada para disputas e "conclusões" passionais de quem amava ou destestava seu filho. Isso seria uma enorme pobreza de espírito.

Escrito por Fábio Seixas às 20h04

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Jerez, dia 3

Quando, numa discussão de boteco, você precisar de um exemplo para provar a inconsistência dos testes de pré-temporada, lembre-se desta quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008.

 

O mais rápido hoje, em Jerez, foi Webber, com a incrível vantagem de 0s537 sobre o segundo colocado, Rosberg.

 

Nakajima foi o terceiro. Alonso ficou em quarto. A melhor McLaren foi a de Hamilton, em sexto.

 

No máximo, a gente pode dizer que a carenagem “barbatana de tubarão” (o apelido foi dado pela “Autosport”) da Red Bull vem funcionando e que a Williams não é mesmo de se jogar fora. De resto, não dá pra concluir nada com base no treino de hoje.

 

Aos tempos, pois:

 

1º. Webber (Red Bull), 1min18s628 (72 voltas)

2º. Rosberg (Williams), 1min19s091 (98 voltas)

3º. Nakajima (Williams), 1min19s215 (91 voltas)

4º. Alonso (Renault), 1min19s710 (104 voltas)

5º. Kubica (BMW), 1min19s829 (116 voltas)

6º. Hamilton (McLaren), 1min19s857 (68 voltas)

7º. Coulthard (Red Bull), 1min19s883 (97 voltas)

8º. Vettel (Toro Rosso), 1min19s889 (114 voltas)

9º. Piquet (Renault), 1min20s014 (110 voltas)

10º. Kovalainen (McLaren), 1min20s152 (84 voltas)

11º. Heidfeld (BMW), 1min20s201 (109 voltas)

12º. Bourdais (Toro Rosso), 1min20s536 (76 voltas)

13º. Button (Honda), 1min21s147 (85 voltas)

14º. Sato (Super Aguri), 1min21s376 (101 voltas)

15º. Barrichello (Honda), 1min21s710 (58 voltas)

16º. Sutil (Force India), 1min22s244 (86 voltas)

Escrito por Fábio Seixas às 17h09

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Mordaça

A direção da Stock anunciou ontem algumas novidades para este ano, entre elas a volta do reabastecimento e uma complicadíssima regra para definição do grid, com direito a três blocos de treino classificatório, “match races” e soma de tempos.

 

O negócio é longo, complicado, e está nos sites especializados. Boa sorte.

 

Mas, fuçando o Regulamento Desportivo da Stock, encontrei algo que acho mais interessante.

 

Vejam que mimo o artigo 20, alínea D do documento, publicado na segunda-feira:

 

20. Ao se inscrever o piloto acata as determinações abaixo:

 

(...)

 

d) Que tem ciência da proibição de manifestação por parte do piloto ou equipe, por qualquer meio, que venha a agredir, ofender, deixar duvidas [sic] quanto ao comportamento ou posicionamento de outros pilotos, equipes, direção de prova, comissários da prova, bem como comentários negativos sobre o desempenho ou qualidade dos produtos fornecidos tais como pneus, freios, carrocerias, motores, combustíveis, etc. O não cumprimento deste item implica na [sic] pena de suspensão ou desclassificação alem [sic] de multa de 100 (cem) up’s.

 

Em tempo: fui pesquisar e descobri que isso já existia no regulamento de 2007.

 

Ê, beleza...

Escrito por Fábio Seixas às 15h32

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Exceção à regra

Última colocada no Mundial de Construtores de 2007, a McLaren deveria ocupar, em 2008, os últimos boxes de cada circuito, certo?

 

Em Interlagos, por exemplo, ficaria ali de cara para o S, numa área em que o paddock é coberto, escuro, apertado, quase abandonado... A Super Aguri que o diga.

 

Mas essa é a regra, certo?

 

Certo. Para a Super Aguri, para a Minardi, para a Force India, para todo mundo. Menos para Ecclestone e Dennis.

 

Segundo o diário finlandês “Turun Sanomat”, o inglês, invocando a historia e a estrutura da McLaren, colocou o dedo no caso. E, por todo o campeonato, o time de Dennis ocupará os boxes que originalmente seriam da Red Bull, quinta colocada no último Mundial.

 

A Red Bull será “rebaixada” para o sexto conjunto de boxes e daí por diante. E lá vai a pobrezinha da Force India para o fundão da fila novamente...

 

Será que vai ficar só nisso?

Escrito por Fábio Seixas às 10h19

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Quatro pistas e um palpite

Fui atrás da história do Roadshow da Renault.

 

Por ora, não consegui muita coisa, apenas algumas pistas:

 

1. O processo para a escolha da cidade sul-americana que receberá a exibição do R28, em novembro, está apenas no começo;

 

2. Outros países estão na briga;

 

3. O orçamento disponível para o evento, em cada unidade sul-americana da Renault, será fundamental na seleção. Ou seja, o Roadshow não é bancado apenas pela Renault F1;

 

4. Se acontecer no Brasil, não será necessariamente em São Paulo, sede do GP Brasil.

 

Meu palpite: se for no Brasil, não será em São Paulo. Aliás, se a idéia é estampar as imagens em jornais, revistas e TVs do mundo todo, eu tentaria colocar o carro nas ruas do Rio ou de Manaus.

Escrito por Fábio Seixas às 10h01

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Honda in Rio

Nick Fry chegou hoje a Cumbica e, de lá, pegou um vôo da TAM para o Rio de Janeiro.

 

O que o chefe da Honda veio fazer por aqui? Encher o tanque, imagino eu.

Escrito por Fábio Seixas às 19h57

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Jerez, dia 2

Sem a concorrência da Ferrari, a McLaren dominou o primeiro dia de pista cheia em Jerez. Deve ser assim durante toda a semana, aliás.

 

Hamilton cravou o primeiro tempo, 0s185 mais rápido do que De la Rosa, o segundo colocado. Kubica foi o terceiro, o que talvez mostre que a BMW, enfim, reencontrou o caminho para um carro equilibrado.

 

Nakajima voltou a mostrar que a força desse novo Williams, cravando o quarto tempo. E Nelsinho foi o melhor brasileiro, em quinto _Alonso não testou.

 

Outros dois pilotos do país estiveram na pista: Barrichello foi o 12º, seguido por Di Grassi.

 

Ah, sim: nenhum idiota se atreveu a fazer protestos racistas contra o inglês da McLaren. Que seja assim daqui pra frente.

 

Aos tempos:

 

1º. Hamilton (McLaren), 1min19s102 (89 voltas)

2º. De la Rosa (McLaren), 1min19s287 (88 voltas)

3º. Kubica (BMW), 1min19s539 (91 voltas)

4º. Nakajima (Williams), 1min19s601 (93 voltas)

5º. Piquet (Renault), 1min19s660 (120 voltas)

6º. Heidfeld (BMW), 1min19s958 (94 voltas)

7º. Webber (Red Bull), 1min20s013 (113 voltas)

8º. Rosberg (Williams), 1min20s029 (125 voltas)

9º. Vettel (Toro Rosso), 1min20s105 (53 voltas)

10º. Coulthard (Red Bull), 1min20s176 (111 voltas)

11º. Bourdais (Toro Rosso), 1min20s418 (82 voltas)

12º. Barrichello (Honda), 1min21s133 (71 voltas)

13º.  Di Grassi (Renault), 1min21s200 (92 voltas)

14º. Sato (Super Aguri), 1min21s400 (90 voltas)

15º. Liuzzi (Force India), 1min21s553 (103 voltas)

16º. Wurz (Honda), 1min21s950 (86 voltas)

Escrito por Fábio Seixas às 19h56

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pit Stop na Champ Car

Pit Stop na Champ Car

E aqui vai o Pit Stop de hoje, com a participação especial de Enrique Bernoldi.

 

Escrito por Fábio Seixas às 17h52

Comentários () | Enviar por e-mail | Pit Stop em vídeo | PermalinkPermalink #

Os caminhos da Renault

A Renault divulgou hoje o calendário provisório do seu Roadshow, aquelas demonstrações com o carro de F-1 que a escuderia faz por ruas de grandes cidades do mundo.

 

Segue a programação:

 

17 e 18.mai: Marselha, França

31.mai e 1.jun: Europa Central 

14 e 15.jun: Europa

16 e 17.jul: Johannesburgo, África do Sul 

16 e 17.ago: Europe

20 e 21.set.: Leste Europeu

25 e 26.out: Europa

Novembro: América do Sul

Fim de temporada: Ásia

 

América do Sul em novembro, mês do GP Brasil? Hummm... Será?

 

Vou apurar e assim que souber de alguma coisa, conto aqui. Antes, preciso correr pro UOL. Às 14h30, tem Pit Stop, com Enrique Bernoldi, aqui.

 

Até já.

Escrito por Fábio Seixas às 12h38

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Explicando a esquisitice

Lembra da asa-leme ou asa-quilha ou asa-bigorna que a Red Bull usou dias atrás em Barcelona? Pois aquilo tem nome: "splitter plate", como explica o Edson Del Rio (ou Delrio) num e-mail interessante sobre o tema:
 
"No seu blog (a qual sou um leitor de carteirinha) apareceu o carro da Red Bull  com aquilo que foi denominado de 'esquisitice na carenagem sobre o motor'.  Não tenho certeza, mas acredito que se trate da tentativa de utilizar um 'splitter plate', uma chapa de material rígido que separa as pressões oscilantes na parte posterior de um corpo em movimento através de um fluido viscoso (ar, água, etc).  A idéia funciona perfeitamente em corpos com geometrias não-aerodinâmicas (também conhecidos como rombudos ou 'bluff bodies').  Uma placa divisória colocada na parte posterior de uma corpo com geometria não-aerodinâmica reduz siginificativamente a freqüência de emissão dos vórtices (também conhecido como Strouhal), também reduz o arrasto aerodinâmico (coeficiente de arrasto) e aumenta a estabilidade de vôo, pois diminui as oscilações de pressão estática e retarda o descolamento da camada limite.
Acredito que a tentativa de utilizar o 'splitter plate' F-1 uma idéia fantástica, mas não exatamente nova. Veja a imagem retirada do WEBShot do Rolls Royce Phantom 1 Aerodynamic Coupe - 1925, em anexo. Legal?"
 
 
Sim, Edson, legal, muito legal. Obrigado pelos esclarecimentos. Aparentemente, a Red Bull arquivou a idéia. De qualquer forma, eu sou mais o Rolls Royce mesmo...

Escrito por Fábio Seixas às 12h28

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Grid boys???

Da série “notícias que nunca queríamos dar”: o GP da Austrália deste ano substituirá as grid girls por... grid boys!

 

A seleção de 26 rapazes (não estou acreditando nisso!) começará na quinta-feira, em uma promoção de um patrocinador da corrida no Crown, o cassino de Melbourne.

 

O objetivo dos organizadores é aumentar o interesse feminino pelas corridas.

 

“Se você é um garoto que acha que tem as qualidades para trabalhar no grid da F-1, apresente-se”, diz Drew Ward, CEO da Australian Grand Prix Corporation, a partir de hoje o inimigo número 1 deste blog.

 

Não, não estou acreditando nisso...

 

Como mandar para o olho da rua, assim, de uma hora para a outra, mocinhas tão simpáticas e talentosas?

 

Escrito por Fábio Seixas às 09h55

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Williams com asas

A dica foi do internauta que assina pela alcunha Maníaco da Gasolina: patrocinadora da Williams, a Air Asia fez uma ação de marketing das mais bacanas.

Veja você mesmo...
 
 
 
E a pergunta que não quer calar é: será que alguém entraria neste Airbus se o capacete pintado fosse o do Nakajima?

Escrito por Fábio Seixas às 19h19

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Jerez, dia 1

Os testes em Jerez começaram devagar. Nesta segunda, apenas Red Bull e Williams trabalharam, e Coulthard fez o melhor tempo, 1min20s641.


Em janeiro, na última visita da F-1 ao circuito, Alonso chegou a cravar 1min19s503, ainda com o R27. Amanhã, a coisa deve melhorar: com exceção da Ferrari e da Toyota, todo mundo estará por lá.


Aos tempos:

 

1º. Coulthard (Red Bull), 1min20s641 (91 voltas)

2º. Webber (Red Bull), 1min20s807 (112 voltas)

3º. Nakajima (Williams), 1min20s834 (102 voltas)

4º. Rosberg (Williams), 1min21s096 (69 voltas)

Escrito por Fábio Seixas às 19h09

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Blog-Fisichella?

Como assim? Fui olhar hoje a parcial do Prêmio Ibest e este blog caiu uma posição, de sétimo para oitavo...
 
Se a competição fosse o último Mundial de F-1, teríamos deixado de ser Kubica para nos tornarmos Fisichella! Fisichella? Nãããão.
 
Para votar e ajudar a corrigir essa injustiça, é só clicar aqui.

Escrito por Fábio Seixas às 18h15

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O Dacar não é aqui

O Dacar de 2009 acontecerá a 7.000 km de Dacar.
 
A ASO, organizadora do evento, anunciou que a próxima edição do rali começará e terminará em Buenos Aires, percorrendo 9.000 km e passando também por áreas desérticas do Chile.
 
Uma ótima notícia para os sul-americanos, ainda que a origem dessa decisão tenha sido triste. E um golpe em Klever Kolberg e companhia, que tentavam trazer a corrida para o Brasil.

Escrito por Fábio Seixas às 17h58

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sakhir, dia 3

Hoje, enfim, Massa conseguiu cumprir o programa de testes com a Ferrari. E, enfim, ficou com o melhor tempo do dia.

 

Glock ficou perto, a 0s020. Raikkonen fechou em terceiro, seguido por Trulli.

 

Foi o último dia de treinos no Oriente Médio. Agora, as duas equipes empacotam tudo e voltam para a Europa. Hoje, aliás, já havia gente testando em Jerez. Assim que pintar o resultado, posto aqui.

 

Enquanto isso, aos tempos no Bahrein:

 

1º. Massa (Ferrari), 1min31s189 (91 voltas)

2º. Glock (Toyota), 1min31s209 (71 voltas)

3º. Raikkonen (Ferrari), 1min31s329 (85 voltas)

4º. Trulli (Toyota), 1min31s689 (86 voltas)

Escrito por Fábio Seixas às 15h28

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bernoldi no Pit Stop

Enrique Bernoldi, 28 GPs na F-1, que disputou a Stock em 2007 e que neste ano correrá na claudicante Champ Car é o convidado especial do Pit Stop desta semana.
 
O programa vai ao ar às 14h30, aqui. Para mandar suas perguntas e comentários, o e-mail é uolnewsformula1@uol.com.br

Escrito por Fábio Seixas às 14h50

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Será assim o "W"?

César Sacilotto, de Campinas, pescou as seguintes fotos na internet e mandou para cá...
 
 
 
Sim, seria assim a asa traseira revolucionária prometida pela Renault.
 
Será? Bom, só saberemos ao certo em Melbourne. Enquanto isso, a gente discute. Blog é pra isso também.

Escrito por Fábio Seixas às 12h32

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Discurso otimista

À "Gazzetta dello Sport", Massa disse que não está preocupado com os problemas de confiabilidade da Ferrari.
 
No sábado, ele foi vítima de pane hidráulica. Ontem, de quebra no motor.
 
"O sentimento é de que não se trata de nada sério. É possível resolver antes da Austrália. É claro que eu preferiria ter completado a simulação de GP, mas é melhor que os problemas apareçam agora e não na primeira corrida, como em 2007, e contra mim."

Escrito por Fábio Seixas às 11h44

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sakhir, dia 2

Raikkonen e Massa tiveram problemas hoje, no Bahrein. O finlandês, um vazamento de óleo. No caso do brasileiro, um problema de motor impediu que ele completasse a simulação de um GP.

 

Mais uma vez, o melhor tempo ficou com o campeão do mundo, 0s175 mais veloz.

 

A Toyota, que vem fazendo figuração, até que saiu animadinha hoje. Trulli e Glock tiveram um dia carregado, simulando treino livre, treino oficial e corrida. A boa notícia para os japoneses, o carro agüentou.

 

Aos tempos:

 

1º. Raikkonen (Ferrari), 1min30s015 (61 voltas)

2º. Massa (Ferrari), 1min30s190 (70 voltas)

3º. Trulli (Toyota), 1min30s944 (91 voltas)

4º. Glock (Toyota), 1min31s213 (93 voltas

Escrito por Fábio Seixas às 17h12

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A esperança de um ponto final

Mosley disse ao “Sunday Times” que o episódio de Barcelona não foi o primeiro caso de racismo contra Hamilton num autódromo da F-1.

 

Segundo o presidente da FIA, o pai do piloto, Anthony Hamilton, queixou-se a ele de caso parecido no GP da China do ano passado. “Não eram chineses, mas pessoas que viajaram da Espanha para ver a corrida”, disse Mosley, ao jornal.

 

“Se torcedores espanhóis forem para a Austrália e fizerem coisa parecida, serão presos, terão os nomes divulgados, os números de passaportes registrados e não poderão mais viajar a outros países”, alertou o presidente da FIA. “Se, como tudo indica, tratar-se apenas de um pequeno número de pessoas, acho que podemos controlar isso rapidamente. Se for algo maior, aí podemos cancelar os GPs.”

 

Um porta-voz da FIA ainda revelou que a entidade planeja lançar uma campanha anti-racista, possivelmente na data do GP da Espanha.

 

O que acho disso tudo? Tenho algumas opiniões, todas já expostas aqui. E hoje, arrumei outra: a de que já estão falando demais.

 

Já aconteceu, foi profundamente  lamentável, o mundo todo caiu de pau sobre aquele grupo imbecil de “torcedores” espanhóis, a FIA fez suas ameaças e os racistas, se não mudaram de idéia, pelo menos devem ter entendido o recado e não tentarão colocar em risco a F-1 no seu país.

 

Embora ache que campanhas de conscientização devam acontecer, tenho minhas dúvidas quanto à sua eficácia. O grau de idiotice de um racista, por exemplo, parece-me muito forte a ponto de ser mudado com faixas e panfletos e musiquinhas. Sim, são ótimas para a educação de crianças e adolescentes, por exemplo, mas talvez não para endireitar um pau que já está torto. Esses só entendem punições severas. E a FIA já fez essas ameaças.

 

Vamos, enfim, colocar um ponto final nisso tudo, mudar um pouco de assunto e voltar a falar de esporte?

Escrito por Fábio Seixas às 11h51

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nina Horta Fábio Seixas, 37, é jornalista com mestrado em Administração Esportiva pela London Metropolitan University, da Inglaterra, e Coordenador de Produção da Sucursal da Folha no Rio. É colunista de automobilismo da Folha e do UOL.


RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reproduçãoo do conteúdo desta Página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.