Fábio Seixas

Automobilismo e pitacos sobre tudo o mais

 

Sábado, sol, treino, coluna

Sábado, sol, treino, coluna

A folhinha indicava 25 de abril de 1982. E a F-1 largava em Imola para uma das maiores demonstrações de esportividade e agressividade da sua história. No grid, reduzido pelo boicote dos times ingleses em plena guerra Fisa x Foca, a primeira fila era da Renault, com Arnoux e Prost sobrando na pista. Logo atrás, na segunda fila, a Ferrari, com Pironi e Villeneuve.
 
O GP de Imola de 1982, lembrado ontem aqui no blog, é o tema da coluna deste sábado. Que também fala do recorde de Barrichello.
 
O texto está aqui, para assinantes da Folha e do UOL.

Escrito por Fábio Seixas às 15h41

Comentários () | Enviar por e-mail | Colunas na Folha | PermalinkPermalink #

Ouça o trio

Massa está confiante, Nelsinho minimizou a décima posição, Barrichello acha que poderia largar em sétimo.
 
Quer ouvir as entrevistas dos três pilotos brasileiros após o treino em Barcelona?
 
Está tudo no Tazio.

Escrito por Fábio Seixas às 13h57

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Raikkonen, uma pole lógica

Em Barcelona, deu a lógica, pole position para Raikkonen, o piloto que vem andando mais forte por lá desde o início dos treinos. 
 
Como acontece com tudo no circuito de Barcelona, o treino oficial foi chato, previsível, maçante, sem incidentes. Nem a chuvinha, que poderia aparecer, apareceu.
 
No primeiro bloco da sessão, Raikkonen foi o mais rápido, com 1min20s701. Trulli ficou em segundo, seguido por Alonso, Hamilton e Nelsinho. Massa foi apenas o 12°, mostrando logo de cara que o dia não era dele. Barrichello, o 14°.
 
Os cortados, Coulthard, Vettel, Fisichella, Sutil, Davidson e Sato. Será que o encanto do menino-prodígio alemão acabou?
 
No Q2, Massa reagiu no final e fez o melhor tempo, 1min20s584. Kubica foi o segundo, a 0s013. Raikkonen ficou em terceiro, seguido por Alonso, Heidfeld e Kovalainen.
 
Hamilton, Nelsinho, Trulli e Webber fecharam a turma que avançou à superpole.
 
Parabéns a Nelsinho, que vem fazendo um fim de semana memorável em Barcelona, pista em que mais andou até hoje com um F-1.
 
Foram cortados Barrichello, Nakajima, Button, Glock, Rosberg e Bourdais. É, a Williams, que brilhou na pré-temporada e começou o ano surpreendendo, já perdeu força.
 
"Com certeza é bom largar em 11°, mas às vezes passando em décimo você consegue jogar com o combustível e largar até em oitavo... Mas esse é o limite do carro, estou muito satisfeito. O tempo é melhor que minha expectativa", disse o brasileiro da Honda.
 
No Q3, faltando cinco minutos, o melhor tempo era de Trulli. Hamilton, apagado, cravou todo mundo, até ser superado por Massa.
 
Faltando quatro minutos, a melhor marca era do brasileiro. E, então, foi a hora de todo mundo colocar o último jogo de pneus.
 
Melhor para Alonso, que, com o carro claramente mais leve, ficou temporariamente com o primeiro tempo. Melhor ainda para Raikkonen, que, confirmando sua força no fim de semana, superou a todos nos instantes finais e cravou sua primeira pole na temporada.
 
Massa sai em terceiro, com Nelsinho em décimo.

Escrito por Fábio Seixas às 10h12

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Porrada

Frase de Piquet, hoje, em Barcelona, sobre o recorde de GPs de Barrichello, que se avizinha:
 
"Tinham que achar um recorde pra ele, não tinham? Aí acharam isso aí..."

Escrito por Fábio Seixas às 14h33

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Barcelona, 2° treino livre

E Nelsinho quase conheceu nesta sexta o gostinho de terminar na frente um dia de treinos na F-1...
 
O brasileiro cravou 1min22s019 a 18 minutos do fim mas, a cinco, foi superado por Raikkonen e sua Ferrari.
 
A marca do finlandês, 1min21s935, 0s084 melhor que a do novato.
 
Alonso foi o terceiro. Mas continuo achando que esse desempenho da Renault não resiste ao sábado. Carregada de patrocinadores espanhóis, a equipe fez um típico dia de jogar para a torcida, de cavar espaços nos jornais de amanhã.
 
Nakajima foi o quarto, seguido por Massa.
 
Barrichello ficou em 17°.
 
Vai dar Ferrari neste fim de semana. Qual dos dois? Raikkonen obviamente começou melhor, mas sextas-feiras são traiçoeiras. Ainda mais em Barcelona.

Escrito por Fábio Seixas às 10h36

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Barcelona, 1° treino livre

No primeiro treino, tudo era esperado. Desde a dobradinha da Ferrari até o marasmo dos 26 minutos iniciais.
 
É sempre assim em Barcelona.
 
As equipes testam lá o inverno todo, conhecem cada milímetro da pista, já esquadrinharam cada pedacinho do asfalto. Não há o que testar, não há porque testar.
 
O primeiro treino livre funciona mais como um shakedown, só pra checar se tudo está funcionando, se nenhum mecânico esqueceu o câmbio numa caixa na fábrica.
 
Raikkonen foi o primeiro, logo à frente de Massa, que rodou duas vezes. Hamilton foi o terceiro. Kubica o quarto, seguido por Kovalainen.
 
De surpresa, só o desempenho da Renault, com Alonso em sexto e Nelsinho em sétimo. Surpresa que dura? Acho que não...

Escrito por Fábio Seixas às 09h30

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Queima de estoque

Recebo e-mail do Nivardo Melo: "Te escrevo pois gostaria de dizer que vou realizar o sonho de ver uma corrida de F1! Sou bolsista de uma universidade e nos presentearam com entradas para o GP! Se conseguir tirar algumas fotos por lá, te envio!"
 
 
Obrigado, Nivardo, e boa corrida! O primeiro GP a gente nunca esquece. Ficamos esperando as fotos.
 
Mas não consigo imaginar os promotores de Barcelona distribuindo ingressos nos anos de Alonsomania.
 
Sinal dos tempos... 

Escrito por Fábio Seixas às 19h25

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Douraram a pílula

Comunicado enviado por Walter Salles, ele mesmo, o cineasta, piloto nas horas vagas, vencedor da GT3 em Curitiba, no domingo:
 
“Li com surpresa uma declaração no site oficial da GT3 que foi posta na minha boca, com aspas, e que jamais dei. A declaração, relativa à corrida de domingo passado em Curitiba, diz o seguinte: 'tivemos um bom roteiro, com atuações fantásticas e um desfecho maravilhoso. Por isso merecemos o prêmio'.
 
Nenhuma dessas frases ou palavras foram ditas por mim. Em 52 anos de vida, jamais dei uma entrevista dizendo que 'merecemos um prêmio', e muito menos que 'tivemos uma atuação fantástica'. Quem inventou esse texto serviu à sí-próprio, na ânsia de criar uma conexão entre cinema e automobilismo, e agiu com desatenção.
 
No meu ponto de vista, quem teve 'uma atuação fantástica' em Curitiba foram Alceu Feldman e Thiago Marques, que ganharam a corrida de sábado na chuva com pneus slick, no braço e na coragem. E, também, Xandy Negrão e Andreas Matheis, que terminaram em segundo lugar na corrida de domingo, saindo em quinto - e não em nono, como o texto informa de forma igualmente equivocada.

 

Atenciosamente,

Walter Salles”

Escrito por Fábio Seixas às 13h21

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Programe-se

Aos poucos, vamos retomando as notas tradicionais de cada GP. Como a já famosa "programe-se".

Segue a programação do GP da Espanha, no horário de Brasília:
 
Sexta-feira
5h-6h30: 1° Treino Livre
9h-10h30: 2° Treino Livre

Sábado
6h-7h: 3° Treino Livre
9h-10h: Classificação

Domingo
9h: Largada, 66 voltas

Escrito por Fábio Seixas às 13h15

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Troca-troca

Barrichello na Andretti-Green, Marco Andretti na Honda. É o boato da vez.
 
Boato? Será?
 
Tudo se encaixaria. O contrato do brasileiro termina no fim do ano e, sim, ele admitiu ter sido sondado pela equipe da Indy, por meio de Kanaan. Andretti já fez dois testes com a Honda em Jerez de la Frontera e seu avô Mario vive dizendo que ele tem um "estilo F-1".
 
O único senão nessa história toda é imaginar o brasileiro, recordista de GPs na F-1, pai de dois filhos e aos 36 anos, arriscando o pescoço em ovais. Conhecendo Barrichello, acho que ele não toparia.

Escrito por Fábio Seixas às 10h52

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pit Stop cor-de-rosa

Pit Stop cor-de-rosa

Está aqui o programa desta terça-feira. E se alguém puder ajudar na dúvida sobre o teste da Danica, eu agradeço...
 

Escrito por Fábio Seixas às 20h50

Comentários () | Enviar por e-mail | Pit Stop em vídeo | PermalinkPermalink #

Alívio

Em entrevista à "Gazzetta dello Sport", Montezemolo disse que não teria nunca uma dupla Raikkonen-Alonso em sua equipe.
 
A explicação: "Formar uma dupla Raikkonen-Alonso seria pedir para se dar mal. Quero dois pilotos iguais que trabalhem juntos".
 
Massa agradece.

Escrito por Fábio Seixas às 11h17

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Faça um Pit Stop

Hoje é dia de Pit Stop, com a sua participação.
 
O programa começa às 14h30, aqui.
 
Em pauta, a vitória de Danica em Motegi, a despedida da Champ Car e, claro, o GP da Espanha, no próximo fim de semana.
 
Para participar com perguntas, pitacos ou sugestões, o e-mail é uolnewsformula1@uol.com.br

Escrito por Fábio Seixas às 11h10

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Acelera, Mick

A melhor história do dia diz respeito ao garoto abaixo.
                                                                                                                       Reprodução "As"
 
Viu o nome no kart? M.Betsch. M é de Mick. Betsch é o sobrenome de solteira de Corinna Schumacher.
 
Pois é, assim, escondido de tudo e de todos, Mick Schumacher, 9 anos, caçula do heptacampeão da F-1, disputou um torneio de kart no fim de semana na Espanha _longe de casa, também para fugir dos holofotes.
 
Foi 8º numa prova e 10º em outra.
 
Atenção, também, para a marca do kart: Alonso Kart.
 
A família só não contava com um fotógrafo na pista, que registrou a cena e sacou a história... Se o garoto um dia virar piloto, essa história será contada e recontada milhares de vezes. E essa foto vai valer uma bela grana.

Escrito por Fábio Seixas às 19h40

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Terremoto

Na GT3, a vitória no sábado foi do Lamborghini Gallardo de Alceu Feldmann e Thiago Marques. No domingo, do Ford GT de Ricardo Rosset e Walter Salles _ele mesmo, o cineasta de "Central do Brasil".
 
Sobre o GT, que sobra na pista, a melhor definição que ouvi foi do amigo Jeff Reinholds, que lotou o Tazio com fotos de Curitiba no fim de semana. "É o único carro que faz o teto da sala de imprensa tremer", disse.
 
Vendo a foto abaixo, acho que dá pra entender, não?
                                                                                                                          Jeff Reinholds

Escrito por Fábio Seixas às 21h27

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Luluzinha

Dia corrido, alucinado, plantão na Redação com clássico em São Paulo.
 
Mas, no fim, sempre fecha. É um mantra das Redações. E fechou.
 
Tempo, então, para comentar a vitória de Danica.
 
Sensacional! Pelo resultado em si, a maior conquista de uma mulher no automobilismo, e pela forma como veio, com uma ultrapassagem sobre Castro Neves no fim.
 
"É a primeira de muitas vitórias", disse Andretti.
 
Pode ser, mas não acho que Danica lutará algum dia pelo título, ela não chega a ser tão boa assim. Mas, sim, ela é piloto de verdade.
                                                                                             Shuji Kajiyama/Associated Press

Escrito por Fábio Seixas às 21h16

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nina Horta Fábio Seixas, 37, é jornalista com mestrado em Administração Esportiva pela London Metropolitan University, da Inglaterra, e Coordenador de Produção da Sucursal da Folha no Rio. É colunista de automobilismo da Folha e do UOL.


RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reproduçãoo do conteúdo desta Página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.