Fábio Seixas

Automobilismo e pitacos sobre tudo o mais

 

Sábado, frio, casa, cobertor, coluna

Sábado, frio, casa, cobertor, coluna

"Talvez o sorriso de Vettel e os sorrisos que ele proporcionou transformem alguns conceitos. Talvez os times grandes e médios percebam que uma vitória alienígena não dói."
 
Sim, a coluna desta semana é um pequeno e modesto manifesto em favor dos "customer cars", a venda de chassis entre as equipes.
 
O texto está aqui, para assinantes da Folha e do UOL.

Escrito por Fábio Seixas às 13h15

Comentários () | Enviar por e-mail | Colunas na Folha | PermalinkPermalink #

Lá e cá

Fora do playoff da Stock, depois de ver seu recurso derrubado pelo STJD, Burti se recusou a falar com a imprensa hoje, em Curitiba.

Sim, Burti. Aquele mesmo que tem credencial de imprensa na F-1.

Escrito por Fábio Seixas às 19h32

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Fanfarrão

O site oficial da F-1 foi ouvir os pilotos sobre Cingapura.

Eis que Raikkonen lança: "Eu não sei qual é o horário da corrida. É à noite? Ótimo, eu gosto da noite. Gosto de dormir sempre até o meio-dia, então parece ser o lugar perfeito para mim".
 
Não, não dá para ser desligado assim. Ele só pode estar interpretando um personagem...

Escrito por Fábio Seixas às 19h14

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Rossi, Stoner e cia em Interlagos

MotoGP em São Paulo?
 
Em entrevista à "Gazeta Esportiva", Caio Luiz de Carvalho, presidente da SPTuris, diz que o anúncio deve acontecer "em questão de dias".

A matéria está aqui.
 
Seria bom demais.

Escrito por Fábio Seixas às 18h09

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Jerez, dia 3

Dia complicado, bem complicado, com visitinha ao hospital.
 
Todo mundo já deve saber, mas para não quebrar a série, segue o resultado do dia em Jerez?
 
1º. Pedro de la Rosa (ESP/McLaren), 1min18s992 (90)
2º. Nick Heidfeld, (ALE/BMW), 1min19s250 (98)
3º. Lucas di Grassi (BRA/Renault), 1min19s280 (102)
4º. Sebastian Vettel (ALE/Toro Rosso), 1min19s470 (93)
5º. Sébastien Buemi (SUI/Red Bull), 1min20s005 (84)
6º. Timo Glock (ALE/Toyota), 1min20s482 (111)
7º. Alexander Wurz (AUT/Honda), 1min22s637 (51)
8º. Nico Rosberg (ALE/Williams), 1min22s876 (102)
 
Buemi, aliás, deve mesmo fechar com a Toro Rosso. Má notícia para Bruno.

Escrito por Fábio Seixas às 17h49

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Prêmio

Os organizadores do GP de Cingapura divulgaram hoje a primeira imagem do troféu que será oferecido ao vencedor.
 
Bonita peça, não?
                                                                                                                         Wong Maye/AP

Escrito por Fábio Seixas às 15h32

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Um veredicto, enfim

Aleluia! Aconteceu o julgamento do recurso na Stock Car.
 
Allam Khodair, Luciano Burti e Antônio Jorge Neto perderam. Foram mantidas as punições aos três em Brasília e, na prática, isso significa que:
 
1. Burti está fora do playoff;
2. Popó Bueno está dentro;
3. Khodair caiu de sexto para oitavo;
4. Átila subiu de sétimo para sexto;
5. Losacco subiu de nono para sétimo;
6. Os classificados são, na ordem: Marcos Gomes, Ricardo Maurício, Thiago Camilo, Cacá Bueno, Valdeno Brito, Átila Abreu, Giuliano Losacco, Allam Khodair, Alceu Feldmann e Popó Bueno;
 
Tudo isso, a um dia do primeiro treino para a primeira prova do playoff e, acredito, só porque a pressão foi grande _inclusive da imprensa.
 
A lentidão do STJD da CBA é lamentável.
 
Pobre torcedor.

Escrito por Fábio Seixas às 14h49

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Jerez, dia 2

Segundo dia em Jerez, segundo dia de Vettel como destaque.
 
Desta vez, em primeiro mesmo. Ainda com o carro da Red Bull.
 
Coulthard? Ninguém sabe, ninguém viu.

Aos tempos:
 
1º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 1min18s001 (37)
2º. Nick Heidfeld (ALE/BMW), 1min18s167 (70)
3º. Lucas Di Grassi (BRA/Renault), 1min18s999 (36)
4º. Pedro de la Rosa (ESP/McLaren), 1min19s281 (39)
5º. Alexander Wurz (AUT/Honda), 1min19s499 (79)
6º. Takuma Sato (JAP/Toro Rosso), 1min19s574 (49)
7º. Kamui Kobayashi (JAP/Toyota), 1min19s863 (47)
8º. Kazuki Nakajima (JAP/Williams), 1min21s892 (60)

Escrito por Fábio Seixas às 14h38

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

País da F-1

Muda tudo.
 
A largada do GP Brasil será às 15h. A explicação está aqui.

Escrito por Fábio Seixas às 20h17

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

País do futebol

Fim da micronovela, com vitória da Globo.
 
A largada do GP Brasil será às 14h, como o Tazio acaba de revelar aqui.

Escrito por Fábio Seixas às 14h53

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Jerez, dia 1

Klien foi o mais rápido hoje, na abertura dos testes coletivos da F-1.
 
Mas a notícia está no segundo colocado. Veja lá quem é. E repare no carro que ele guiou.
 
"O trabalho de acerto do carro foi a principal tarefa do dia, uma vez que a equipe começa a conhecer o piloto e vice-versa em preparação para a próxima temporada", diz o comunicado da Red Bull.
 
Não me espantaria ler "próxima corrida" em vez de "próxima temporada". Aliás, é o que espero nos próximos dias.
 
Oito das dez equipes estão em Jerez. A Ferrari está em Mugello. A Force India deve estar na mesa do gerente do banco.
 
Aos tempos:
 
1º. Christian Klien (AUT/BMW), 1min19s537 (44)
2º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 1min19s878 (34)
3º. Gary Paffett (ING/McLaren), 1min20s602 (26)
4º. Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso), 1min20s870 (20)
5º. Lucas Di Grassi (BRA/Renault), 1min21s080 (48)
6º. Alexander Wurz (AUT/Honda), 1min21s123 (23)
7º. Kamui Kobayashi (JAP/Toyota), 1min21s186 (35)
8º. Kazuki Nakajima (JAP/Williams), 1min23s171 (35)

Escrito por Fábio Seixas às 13h55

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Conversa fiada

Talvez por não ter nada divertido para fazer, Mosley ressuscitou em entrevista ao "L'Équipe" a história de um único motor para todas as equipes da F-1.

Conversa mole, conversa velha, conversa que não vai dar em nada, conversa que não mereceria nem este post. E que só está aqui porque recebi alguns e-mails perguntando sobre o tema.

Não, não vai acontecer nunca, iria contra todo o espírito da F-1. Não se descabelem. Façam coisa melhor: esqueçam.

Escrito por Fábio Seixas às 13h03

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Não, não é brincadeira

Inacreditável esta descoberta da turma do "Curto e Grosso".
 
Imagino até que seja o sobrenome do dono, do fundador, algo assim. Ou, sei lá, uma sigla.
 
Não, não sou moralista, falso ou real. Mas não dá pra batizar uma rede de concessionárias assim...

Escrito por Fábio Seixas às 20h18

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O futuro do Radar

O Roberto, de Nova York, colocou um comentário neste post dizendo que o Massa é a cara do Radar, mítico personagem do mítico M.A.S.H. _série de TV que os mais novos não devem conhecer.
 
Mostrei o vídeo pro Dudu Massa, irmão do Felipe. Que retrucou: "Parece mais meu pai quando era novo!"
 
Aqui, o antes, com direito a uma bela trilha sonora...
 
 
E aqui, o depois, com o Dudu ao fundo...
                                                                              Caio Guatelli - 19.out.2007/Folha Imagem

Escrito por Fábio Seixas às 18h01

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pit Stop número 70

Pit Stop número 70

Ufa, de volta.
 
Segue o Pit Stop desta semana, o septuagésimo da série...
 

Escrito por Fábio Seixas às 16h55

Comentários () | Enviar por e-mail | Pit Stop em vídeo | PermalinkPermalink #

Correndo pro Pit

Correndo agora pro UOL. Às 15h, tem Pit Stop, com imagens de Monza, de Indianápolis e, como já é costuma nas terças pós-F-1, com bate-papo com os internautas.

As instruções estão aqui. Até já.

Escrito por Fábio Seixas às 13h16

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Tio Humbert

E eis que surge um certo Humbert, tio de Sébastien Buemi, para reforçar algo que eu vinha matutando desde domingo.
 
Segundo tio Humbert, há grandes chances de o garoto correr os últimos quatro GPs do ano na Toro Rosso.
 
Na vaga de Vettel, claro. Que seria promovido para a vaga de Coulthard na Red Bull, claro.
 
O zunzunzum já existia antes de Monza. Nada mais lógico que vire verdade, diante dos desempenhos de Vettel e Coulthard por lá.
 
Tio Humbert pode ter falado demais. Mas aposto que ele está certo.

Escrito por Fábio Seixas às 11h19

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Um F-1 em Brasília

Atenção, Brasília!
 
A Red Bull acaba de anunciar que fará uma demonstração com seu modelo de F-1 na capital federal no dia 11 de outubro, um sábado, a partir das 10h.
 
Segue trecho do comunicado:
 
"No trajeto, que tem início junto à Catedral de Brasília, alguns dos principais cartões-postais da capital federal formarão o cenário: Esplanada dos Ministérios ao longo do Eixo Monumental, Praça dos Três Poderes, Palácio do Planalto e Congresso Nacional.
 
Ao volante estará o piloto canadense Robert Wickens, de 19 anos, membro do Red Bull Junior Team e que atualmente disputa a World Series by Renault. Os carros de Stock Car da equipe Red Bull Racing, sediada em Brasília, também participarão do evento."
 
Depois do fiasco que foi a demonstração secreta por São Paulo, em 2006, é a chance de a empresa fazer um evento bacana por aqui. Boa notícia.

Escrito por Fábio Seixas às 19h20

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Modus operandi

No dia 9 de maio de 2002, a Ferrari anunciou a renovação do contrato de Barrichello até dezembro de 2004, que então também era a data do término do acordo com Schumacher.
 
Três dias depois, aconteceu a marmelada de Zeltweg, que definitivamente mostrou ao brasileiro que ele estava impedido de vencer se Schumacher estivesse disputando o Mundial. Barrichello, contrato novo na mão, não podia falar muito.
 
No dia 12 de setembro de 2008, a Ferrari anunciou a renovação do contrato de Raikkonen até dezembro de 2010, que é também a data de término do acordo com Massa.
 
Três dias depois, Domenicali deixa claro que o finlandês terá de trabalhar para Massa nas próximas quatro corridas. O finlandês não tem muito como reclamar.
 
Coincidência?

Escrito por Fábio Seixas às 18h16

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sem arrependimento

Não, Di Grassi diz que não se arrepende da decisão de não correr o início da temporada da GP2.
 
"Não me arrependi porque, na verdade, não era minha idéia fazer a GP2 neste ano, minha idéia era ser só piloto de testes da Renault. Acabou que surgiu uma boa oportunidade de voltar para a GP2, pensando em ganhar corridas e ficar preparado caso precisasse correr na F-1. Foi o que eu fiz", disse, em entrevista a Pedro Araujo, do Tazio.
 
O melhor da entrevista, com o áudio, está aqui.

Escrito por Fábio Seixas às 16h21

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Fair play

"Gato escaldado tem medo de água fria."
 
Você não pensou nesse, ou em algum outro ditado parecido, quando viu um monte de piloto devolvendo posição ontem, no aguaceiro de Monza?

Escrito por Fábio Seixas às 14h09

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Dança do seco

Mais uma sacada das F-1 Girls...
 

Escrito por Fábio Seixas às 13h52

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A foto

A foto

Assim que Vettel cruzou a linha de chegada, ontem, chamou minha atenção o gesto dele, mãos no capacete. Como escrevi, um gesto que torna dispensável qualquer discurso.
 
Alessandro Garofalo, da Reuters, captou o momento...
 

Escrito por Fábio Seixas às 13h05

Comentários () | Enviar por e-mail | A foto | PermalinkPermalink #

Pílulas do dia seguinte

"Sempre dissemos que a prioridade é a equipe. É claro que essa é a coisa mais importante, e os pilotos sabem disso." Este, o recado de Domenicali a Raikkonen no apagar das luzes de Monza. Não há mais dúvidas sobre o que acontecerá daqui pra frente, certo?;
 
O internauta Markus, de Blumenau, foi no ponto num comentário ao último post. "A Ferrari precisa urgente de um patrocinador que ofereça alguns caminhões de dinheiro pro Brawn voltar. Caramba, não fazer a conta dos retardatários que o cara vai pegar na saída dos boxes é pra matar. Vou fazer um simulador pra eles no Excel e mandar pro e-mail do Domenicali, alguém tem?". Markus, até onde sei, os e-mails da Ferrari são @ferrari.it. Comece a tentar...;
 
Vettel tem 21 anos, mas pensa e fala melhor do que muito veterano. Entre outras coisas, disse no sábado que não se sentia a pessoa mais feliz do mundo com a pole position "porque provavelmente há pessoas no mundo com motivos maiores para serem felizes". Lindo, deve ter desmontado a tese de um sem-número de repórteres sem imaginação. Ontem, rejeitou qualquer paralelo com Schumacher. E para ter sucesso, amigos, não basta acelerar, é preciso ter cérebro;
 
Hamilton disse ter saído "aliviado" de Monza por continuar na liderança do Mundial. Será que já começou a passar na cabeça do inglês o filminho de 2007?;
 
Di Grassi deve estar arrependido até a medula de não ter disputado as primeiras etapas da GP2. Seria campeão fácil. Nesta semana, ele testa com a Renault em Jerez, ainda no embalo do quase-vice-campeonato. É o momento de fechar algo para 2009;
 
Vi pouco da MotoGP, mas vi alguma coisa. Não dava para continuar, a decisão de dar bandeira vermelha foi acertada. Rossi já é o campeão, até os rivais admitem. Sensacional, este italiano.

Escrito por Fábio Seixas às 08h58

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Vettel, um piloto especial

Já escrevi algumas vezes neste espaço sobre pilotos especiais. É uma constante: a despeito das adversidades, e na F-1 isso significa carro ruim, pilotos especiais conseguem feitos especiais logo de cara.

 

É o caso de Vettel. Mais jovem piloto a pontuar na história na categoria e mais jovem pole position, o alemão de 21 anos é desde instantes o mais jovem vencedor de um GP.

 

Tudo isso, com um Toro Rosso. Que não é uma Minardi, mas que é pior do que a maioria dos carros do grid. Mas para pilotos especiais, como eu disse, isso não importa.

 

Atrás dele, vejam só, uma McLaren, de um insosso Kovalainen.

 

Kubica, outro que reputo como especial, foi o terceiro colocado após largar em 11º e cumprir uma estratégia eficiente.

 

A corrida foi boa. Começou com safety car, um exagero, mas logo a disputa foi liberada, na terceira volta. E aí Vettel fez valer a falta de spray à frente. Mas só isso não explica a diferença que abriu pra concorrência. O garoto tem pé pesado.

 

Na disputa pelo campeonato, Massa foi o sexto. Hamilton, o sétimo. Raikkonen, o nono.

 

Três histórias bem diferentes.

 

Massa apostou que a pista secaria, mas deu azar na escolha do momento do primeiro pit stop. Era terceiro colocado, voltou em 12º, atrás de uma turma mais lenta. Ali, perdeu as chances de lutar por vitória.

 

Hamilton apostou na volta da chuva, se deu mal, teve de colocar pneus intermediários, pilotou muito e terminou em sétimo, atrás do brasileiro. Mas jogou sujo pra cima de Webber no final da prova, desnecessário.

 

Raikkonen fez uma corrida apagada, burocrática, feia. Nono lugar ficou de bom tamanho para ele.

 

No Mundial, Massa continua em segundo, mas agora a um ponto de Hamilton: 77 a 78. Raikkonen continua com seus 57 pontos e pode começar a se preparar para ser escudeiro.

 

“Não sei o que dizer”, lançou Vettel, pelo rádio. Não precisa dizer nada. O gesto que fez, mãos na cabeça ao cruzar a linha de chegada, já disse tudo.

Escrito por Fábio Seixas às 10h31

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

O último palpite

Faltando 20 minutos para a largada, chove em Monza e a previsão é de condições ainda mais complicadas a partir das 15h locais, 10h de Brasília.


Ah, sim: Massa trocou o motor. Não será punido, porque neste ano o regulamento permite uma troca sem penalização. O brasileiro queimou hoje seu curinga na Itália.

 

É aquela história do copo meio cheio, meio vazio. Com motor zerinho, Massa pode correr mais tranqüilo hoje. Ou não. Porque, se trocaram, é sinal de que a Ferrari não resolveu totalmente os problemas de seus propulsores.

 

Mas acho que dá Massa. Com Kovalainen em segundo e, vou mandar uma zebrinha, Rosberg em terceiro.

Escrito por Fábio Seixas às 08h38

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

E na escolinha...

No sábado, deu Di Grassi. E Pantano comemorou um título mais do que anunciado.

 

Hoje, deu Valsecchi. Di Grassi foi punido num acidente com Conway e terminou em 11º, três posições atrás de Bruno. Assim, o primeiro sobrinho garantiu o vice-campeonato.

 

Na tabela final, 76 pontos para Pantano, 64 para Bruno e 63 para Di Grassi, que foi o nome do campeonato.

 

Agora, começa a corrida mais importante para os três, aquela em busca de uma vaga na F-1. E acho que o último será o primeiro.

Escrito por Fábio Seixas às 08h27

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nina Horta Fábio Seixas, 37, é jornalista com mestrado em Administração Esportiva pela London Metropolitan University, da Inglaterra, e Coordenador de Produção da Sucursal da Folha no Rio. É colunista de automobilismo da Folha e do UOL.


RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reproduçãoo do conteúdo desta Página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.