Fábio Seixas

Automobilismo e pitacos sobre tudo o mais

 

Grid só no domingo

A definição do grid será na manhã deste domingo, das 8h30 às 10h. Antes, das 8h às 8h15, um warm-up 

O terceiro treino, que acontecerá em instantes, será livre.

Entre hoje e amanhã, a organização promete "trabalhar para melhorar a aderência da pista, principalmente no sambódromo".

Asfalto novo? Fresagem? Ainda não se sabe.

Pelo menos estão tentando. "Graças a Deus vão fazer alguma coisa. Estava impossível de guiar, mesmo na reta", disse Raphael Matos.

Escrito por Fábio Seixas às 15h33

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Derrapadas

Já estou há algum tempo neste negócio de automobilismo.
 
Cobri duas temporadas da Indy, fui a buracos como Mid-Ohio e Elkhart Lake. Na F-1, em oito temporadas viajando, vi de perto as estreias de alguns circuitos: Sepang, Sakhir, Xangai e por aí vai. 
 
Problemas acontecem. Mas há algumas medidas que podem amenizar a situação.
 
Como prestar atenção às experiências do passado.
 
Antonio Pizzonia escreveu no Twitter que participou de uma demonstração com carros da Williams no sambódromo do Anhembi, cinco ou seis anos atrás, e que era impossível fazer qualquer coisa naquele piso. "Estouramos dois motores."
 
A Stock também já tentou fazer promoção com carros por aqui. Não deu. É tracionar no gelo.
 
Eu nunca havia visto algo como o que aconteceu hoje no Anhembi.
 
Os carros entram no sambódromo e começam a escapar de traseira. Mais alguns metros, e a frente começa a dançar. O controle vai pro espaço. Fico imaginando o alívio de cada piloto cada vez que consegue passar ileso por aquele trecho.
 
Tecnicamente, não dá para ter corrida. "É uma vergonha o Brasil ter uma pista como esta", disse Franchitti agora há pouco ao companheiro de cobertura José Eduardo Martins.
 
Mas é claro que a prova acontecerá. Há muitos interesses comerciais envolvidos, e até agora, embora admitam mudar a largada pra marginal, os dirigentes da IRL mantêm o discurso de "pista de rua é assim mesmo".
 
E sejamos justos: foram eles, liderados por Cotman, que negaram as ofertas do Dersa para aplainar o piso, o que evitaria a outa enxurrada de críticas, sobre as ondulações.
 
O que fazer agora? Frisar o concreto de hoje para amanhã talvez ajude. E rezar para não chover, ou comprar um guarda-chuva do tamanho do Anhembi. "Meu Deus", respondeu Duno, questionada sobre a possibilidade de pista molhada.
 
Pois é... Meu Deus.
 
Para 2011, terão que asfaltar. E nivelar tudo. Porque persistir no erro tem nome.

Escrito por Fábio Seixas às 14h26

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Kanaan bate pesado

Kanaan deixou a diplomacia do lado, foi sincero e meteu o pau na pista.

"É uma pista superondulada. A pessoa que vocês têm de entrevistar se chama Tony Cotman. Ele disse que as ondulações são característica da pista. Não é culpa da Band, nem da Dersa. É dele. Várias pessoas reclamaram e ele foi intransigente, disse que é assim. Ele nunca guiou um carro na vida. Quero pegar o carro de dois lugares e levar ele para uma voltinha, para ver se ele muda de ideia", continuou.

Cotman foi o responsável pelo design da pista, e teria rejeitado ofertas de melhoria no asfalto, alegando que "pista de rua é assim mesmo".

O áudio está no Tazio.

Escrito por Fábio Seixas às 11h35

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Anhembi, 1º treino livre

Deu Dixon no primeiro treino livre aqui no Anhembi, seguido por Briscoe, Kanaan, Power, Conway, Hunter-Reay, Matos. 

E "ondulações", ou "bumps", em inglês, são as expressões mais pronunciadas pelos pilotos agora, saindo dos carros. E é curioso: enquanto os pilotos brasileiros são diplomáticos, os estrangeiros não estão aliviando nas críticas.

"É uma pista desafiadora, muito rápida, muito legal. É um pouco ondulada, mas isso é parte de um circuito de rua", afirmou Hélio Castro Neves.

"Eu esperava ondulações, mas isso é uma loucura. Há um ponto em que tiramos as quatro rodas do chão. Espero que arrumem isso", lançou o atual campeão, Franchitti.

Outra questão é a diferença de aderência do piso do sambódromo em relação ao asfalto do resto da pista.

A próxima sessão começa às 12h30.

Escrito por Fábio Seixas às 10h51

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sábado, Indy, caminhada, sol, coluna

"Será que eu posso ir ali no meio dos carros fotografar?", perguntou a amiga Fernanda Freixosa, ontem, no Anhembi. Sim, pode. E também pode puxar conversa com mecânicos, papear com pilotos no meio das garagens, caminhar pela pista, enfiar a cara no cockpit para checar os comandos do painel. Ou até sentar no chão, apoiar-se numa placa e tirar uma soneca sob o sol, o que a integrante de um time fazia ontem, sem ser incomodada.

A coluna de hoje traça paralelos entre a Indy as duas categorias top que dão a largada neste fim de semana.

O texto está aqui, para assinantes da Folha e do UOL. Na Folha Digital, pág. D9.

Escrito por Fábio Seixas às 10h25

Comentários () | Enviar por e-mail | Colunas na Folha | PermalinkPermalink #

Vettel, pole do melhor

Não vou escrever sobre o que não vi.
 
E não vi o treino classificatório do Bahrein por conta da desorganização para o acesso ao circuito do Anhembi.
 
Moro a 20 minutos do local da prova da Indy. Demorei 1h40 para chegar.
 
O endereço indicado como sendo o do estacionamento da imprensa, avenida Santos Dumont, 421, simplesmente não existe. A numeração pula do 419 para o 429. Pela primeira vez na vida, atravessei a pé a Ponte das Bandeiras, sobre o rio Tietê. Pulei poças de água, passei por trechos em obras, encontrei vários colegas pelo caminho, com o mesmo problema. Ah, que alegria...
 
Enquanto o treino da F-1 acontecia, este blogueiro atravessava a Ponte das Bandeiras...
 
Enfim, só me resta comentar sobre o resultado.
 
Pole de Vettel, um dos favoritos desde a segunda semana da pré-temporada, em Jerez. É a sexta pole de sua carreira e, certamente, apenas a primeira de uma série em 2010. Vettel é fortíssimo candidato ao título, isso se conseguir superar aquele descontrole que às vezes o acomete quando larga no meio do pelotão. Hoje, é quem reúne o melhor pacote carro-piloto.
 
O tempo do alemão, 1min54s101, 0s141 melhor do que Massa, o segundo colocado, na sua volta para valer à F-1.
 
Alonso foi o terceiro, já a uma boa distância do líder, 0s507. Hamilton sai em quarto, seguido por Rosberg. Em sexto, Webber. Schumacher, em sétimo, duas posições atrás do companheiro de Mercedes.
 
Barrichello sai em 11º, dois postos à frente de Hulkenberg. Di Grassi é o 22º, três atrás de Glock. E Bruno larga em 23º _atrás dele, só o companheiro Chandhok.
 
Para a prova, vou de Vettel. Saindo na frente, com um carro que andou tão redondinho até agora, acho que ele será imbatível.
 
Deve ter sido legal voltar a ver os carros da F-1 com o tanque no limite. Foi? Contem aqui.

Escrito por Fábio Seixas às 09h47

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Últimos retoques

Mecânicos trabalham no Anhembi (Eduardo Knapp/Folha Imagem)
 
Dia todo no Anhembi, coluna para escrever, edições de fim de semana para preparar... O resultado é que minha assiduidade por aqui está menos frequente do que eu gostaria.

Espero que amanhã seja melhor.
 
Por lá, o movimento mesmo está na finalização da pista. Agora à noite, quando saí da sala de imprensa, a marginal e a Olavo Fontoura estavam sendo fechadas para os últimos retoques.

Em geral, gostei do que vi. A estrutura de pista é melhor do que na maioria dos circuitos de rua em que já estive. E o Anhembi veio a calhar para todo o trabalho extra-pista: espaço de sobra para equipes, imprensa e até mesmo um hotel enorme encravado no meio do traçado para abrigar todo mundo.
 
Agora, é esperar o que interessa: carro nesta pista aí...

Trecho da pista na avenida Olavo Fontoura (Eduardo Knapp/Folha Imagem)

Escrito por Fábio Seixas às 20h47

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Fala, Barrichello

"Contente, não dá para ficar, porque o tempo não foi bom. Não estamos em uma situação de tanta vantagem. Meu companheiro de equipe não só tinha o carro mais leve, mas tinha o carro que foi treinado lá em Barcelona, então todos os experimentos foram feitos no meu carro. Quanto a isso estou super tranquilo. A falta de tranquilidade, talvez, é por ver que a Mercedes melhorou, é ver o quanto a Ferrari está bem, então nesse sentido eu acho que não estamos tão bem."
 
O áudio da entrevista de Barrichello aos repórteres brasileiros no Bahrein está no Tazio.

Escrito por Fábio Seixas às 12h51

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sakhir, 1º e 2º treinos livres

Para chegar a tempo ao Anhembi, precisei sair de casa antes do fim dos treinos da F-1. Mas deu pra ver algumas coisas.
 
Menos pelo melhor tempo de Rosberg _um "leão de treinos livres"_, mais pelas posições seguintes, a Mercedes está com um motor bem afinado.
 
A marca do alemão, 1min55s409.
 
Hamilton, Schumacher e Button ficaram logo atrás. E com 0s383 do atual campeão do mundo para o quinto colocado, Vettel.
 
Red Bull e Ferrari, aliás, claramente trabalharam pensando no domingo.
 
Massa foi o sexto, com Alonso em nono. Webber ficou apenas em 17º.
 
Barrichello ficou em 13º _seu companheiro, o estreante Hulkenberg, cravou o sexto tempo.
 
Na primeira sessão, com a pista ainda imunda, a melhor marca havia ficado com Sutil, 1min56s583, seguido por Alonso, Kubica, Massa e Button.
 
As novatas não foram pra pista pela manhã. Mas, na segunda sessão, foi bacana vê-las na pista, mesmo que com apenas um carro. Bruno percorreu 21 voltas _Chandhok, com uma pane na embreagem, não saiu dos boxes. Di Grassi fez 17 e Glock, 3.
 
Bruno em ação em Sakhir (Sutton Images/MF2)
 
O que dá para imaginar para amanhã? Ainda nada, talvez apenas aumentar um pouquinho as chances da Mercedes. Mas é mais prudente esperar o terceiro treino livre, a partir das 5h, para dar o palpite do grid.

Escrito por Fábio Seixas às 11h05

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Que Anhembi é esse?

Frequento o Anhembi há bons anos. Já vim a shows, já desfilei no Carnaval (!?!), acompanhei exposições, salões do automóvel, lembro até de vir com meus pais, quando criança, trazer donativos para uma campanha para ajudar flagelados pela seca no Nordeste.
 
Mas nunca tinha imaginado o Anhembi assim.
 
Se é verdade que São Paulo não respira a Indy (nem a F-1 nem qualquer outra coisa, pra ser sincero), também é fato que este pedacinho da Zona Norte está fervendo.
 
Operários trabalhando por todos os cantos, integrantes das equipes descendo dos ônibus, pilotos pra lá e pra cá. Máquinas, de pesados rolos-compressores a leves carrinhos de golfe.
 
Um clima muitíssimo bacana, enfim.
 
Daqui a pouco, rola a primeira entrevista coletiva dos pilotos. Estarei por aqui.

Escrito por Fábio Seixas às 12h43

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Caos aéreo

Entre amanhã e sexta, Whiting deve inspecionar o conjunto barbatana-asa traseira da McLaren.
 
E, pelos lados de Woking, o discurso é de total confiança.
 
"Ele só vai reforçar que tudo está correto", disse Jonathan Neale, diretor da equipe, declaração já disseminada por sites mundo afora.
 
Uma novelinha, aliás, que se arrasta há mais tempo do que deveria.
 
A vistoria deveria ter acontecido no fim de semana, mas o voo de Whiting do Brasil para a Inglaterra atrasou em 24 horas, coisa comum por aqui _este que vos bloga ficou três horas dentro de um avião da TAM no sábado por uma "pane do sistema".
 
E ainda queremos organizar Copa do Mundo e Olimpíada.

Escrito por Fábio Seixas às 14h17

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A volta do periquito

A Petrobras, que será uma das patrocinadoras da Indy em São Paulo, está bem perto de fechar contrato para voltar à F-1, com a Lotus.
 
O glorioso histórico da marca com pilotos brasileiros, o projeto de marketing _com as possibilidades de indicar um piloto de testes e de desenvolver e fornecer não só gasolina mas também lubrificantes_, e até as cores do carro, verde e amarelo, caíram nas graças da cúpula da empresa.

Escrito por Fábio Seixas às 13h59

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Papo com as meninas

Entrevistei ontem Bia Figueiredo, para o Pit Stop, e Danica Patrick, para reportagem publicada na edição desta quarta-feira da Folha.
 
Simpaticíssima, a brasileira. Mais reservada, a americana.
 
Normal. Conheço Bia há anos, só havia falado com Danica uma vez, em Indianápolis.
 
Mas foram papos informativos. O de Bia está dois posts abaixo. Para ela, a chance de enrosco na primeira chicane, na largada, é grande. Sua estimativa é de 330 km/h na reta montada na marginal Tietê.
 
Danica disse que quer tomar caipirinha, revelou não conhecer muito sobre a cidade, mas afirmou que a equipe vai começar a trabalhar com um acerto de pouca pressão aerodinâmica, reflexo do traçado com longas retas do Anhembi.
 
Danica posa para foto promocional da Indy (France Presse)
 
Um pouco do papo com Danica está aqui. A entrevista completa está aqui, para assinantes da Folha e do UOL.
 
Como sempre acontece, porém, nem toda a conversa coube no papel. Seguem alguns trechos que não foram publicados por falta de espaço..
 
FOLHA - Você tem amigos no grid? Há amigos pessoais no grid da Indy?

DANICA - Sou amiga de todos.

FOLHA - Mas você saem para jantar juntos? Têm algum tipo de vida social quando não estão correndo?

DANICA - Algumas vezes, sim. Acontece.

FOLHA - Em 2006, você viu um companheiro de equipe, Paul Dana, morrer na pista. Como você lida com os riscos do esporte?

DANICA - Como piloto, você tem que entender os riscos do esporte. Você simplesmente tem que ter fé e acreditar em você. Há coisas que você não pode controlar, então tem apenas que tentar sempre fazer as coisas da maneira mais segura.

Escrito por Fábio Seixas às 12h52

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Programe-se

Normalmente, eu coloco este post aqui às quintas antes das etapas da F-1.
 
Mas a ansiedade da turma está em alta. E atendendo a pedidos, segue a programação do GP do Bahrein, o 820º GP da história, abertura da 61ª temporada da mais importante categoria do automobilismo. Ah, sim, já está tudo no horário de Brasília.
 
Sexta-feira
4h-5h30: 1º treino livre
8h-9h30: 2º treino livre

Sábado
5h-6h: 3º treino livre
8h-9h: treino oficial

Domingo
9h: GP do Bahrein, 49
 voltas

Escrito por Fábio Seixas às 12h25

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pit Stop #136

Quatro dias antes de acelerar no Anhembi, Bia acelerou no Pit Stop. Comentou sobre a pista, falou das expectativas para o fim de semana e a temporada, deu sábios pitacos sobre a F-1. Foi bem bacana, como sempre é com ela.

Lá vai...

Escrito por Fábio Seixas às 14h18

Comentários () | Enviar por e-mail | Pit Stop em vídeo | PermalinkPermalink #

Bia no Pit Stop

Após alguns dias de fuga de São Paulo, este blogueiro está de volta, com fôlego para a maratona que está por vir.

E que começa daqui a pouco. Às 10h30, tem Bia Figueiredo ao vivo no Pit Stop.

Para participar, o e-mail é uolnewsformula1@uol.com.br

Escrito por Fábio Seixas às 08h36

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nina Horta Fábio Seixas, 37, é jornalista com mestrado em Administração Esportiva pela London Metropolitan University, da Inglaterra, e Coordenador de Produção da Sucursal da Folha no Rio. É colunista de automobilismo da Folha e do UOL.


RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reproduçãoo do conteúdo desta Página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.