Fábio Seixas

Automobilismo e pitacos sobre tudo o mais

 

Vettel pole, uma meia surpresa

Em Xangai, pole de Vettel, a terceira no ano, mantendo o domínio da Red Bull em grids nesta temporada. Porque na Malásia, única corrida em que Vettel não cravou a pole, a honra coube a seu companheiro, Webber.
 
Amanhã, o australiano larga em segundo, diga-se.
 
Que carro tem a Red Bull...
 
Antes, um alerta: o post será mais curto do que o normal porque o treino foi mais chato do que o normal. Foi muito, muito chato.
 
Ah, sim: no terceiro treino livre, Webber quebrou a hegemonia da McLaren. Foi o mais veloz, com 1min35s323, seguido por Hamilton, Vettel, Button e Alonso. Massa foi o nono.
 
Um sinal do que vinha pela frente? Sim.
 
Depois de tantos dias frios, o treino até que aconteceu com temperatura razoável: 20°C no ar, 31°C no asfalto.
 
No Q1, poucas emoções, poucas escapadas, poucas surpresas. Foram cortados Liuzzi, Glock, Trulli, Kovalainen, Di Grassi, Bruno e Chandhok.
 
O melhor tempo ficou com Hamilton, 1min35s641. Rosberg foi o segundo, a 0s311. Webber foi o terceiro, seguido por Alonso, Massa, Button e Vettel.
 
No Q2,  poucas emoções, poucas escapadas, poucas surpresas. Os cortados, Barrichello, Alguersuari, Buemi, Petrov, Kobayashi, Hulkenberg e De la Rosa.
 
"A gente teve que trocar o motor hoje de manhã e na classificação, quando a gente usa todo o giro, com pouca gasolina, o carro cresce, sem dúvida", disse o brasileiro da Williams ao colega Carlos Gil, da Globo.
 
Lá na frente, Hamilton novamente foi o mais rápido, 1min34s928. Webber ficou em segundo, a 0s172. Rosberg ficou em terceiro, seguido por Alonso. Passaram, ainda, Vettel, Massa, Button, Kubica, Sutil e Schumacher.
 
E veio, enfim, o Q3. Com uma surpresa, em termos. Porque, no cenário do fim de semana, a McLaren parecia mais forte. Mas prevaleceu o conjunto da Red Bull.
 
Hamilton até parecia que iria dar trabalho. Mas Webber superou o inglês na sua última volta. Na sequência, Vettel veio e cravou 1min34s558.
 
Alonso sai em terceiro, com Rosberg em quarto. Na terceira fila, Button e Hamilton. Massa sai em sétimo, seguido por Kubica. Schumacher é o nono (quem diria?), com Sutil em décimo.

Amanhã? Dá Red Bull. Dá Vettel.

Escrito por Fábio Seixas às 04h07

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Portas fechadas

Das entrevistas dos pilotos brasileiros hoje, em Xangai, a que mais chama a atenção é a de Barrichello.
 
Barrichello, nos boxes da Williams em Xangai (Franck Robichon/Efe)
 
Por isso aqui: "A verdade é que tudo que a gente trouxe para China está preso no aeroporto. Não tivemos nada de novo. Como veio de última hora, não só a gente, mas muito outras equipes estão com material preso no aeroporto. Eu espero que chegue hoje à noite para podermos testar".

Não, não dá para um país assim receber a F-1. Ou qualquer outro evento internacional. Querem se abrir, se internacionalizar, passar uma imagem de modernidade? Então aceitem as regras do jogo.

As entrevistas do veterano da Williams e dos outros três brasileiros na F-1 estão logo ali, no Tazio

Escrito por Fábio Seixas às 13h21

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A pergunta que não quer calar

Quanto tempo levará até a Ferrari admitir que enfrenta um problema sério com os motores?
 
A Ferrari de Alonso, após o estouro do motor em Xangai (Franck Robichon/Efe)

Escrito por Fábio Seixas às 13h12

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Xangai, 1° e 2° treinos livres

Quando Button trocou a antiga Brawn pela McLaren, confesso que fiquei em dúvida sobre se ele havia feito uma boa decisão.
 
Fez. Até porque Schumacher está lá. Mas a Mercedes já cresce a olhos vistos...
 
Na primeira sessão, o campeão de 2009 foi o mais rápido na pista de Xangai: 1min36s677, 0s071 de vantagem para Rosberg. Hamilton foi o terceiro, com Schumacher em quarto.
 
Vettel ficou em quinto, seguido por Kubica.
 
Massa foi o 10°. Barrichello, o 16°. Di Grassi ficou em 21°, um posição à frente de Bruno.
 
Alonso? Em último. Quando completava a sétima volta, adivinhem? Sim, o motor quebrou. Mais um que vai pro espaço.
 
O treino foi marcado por um acidente estranho, bizarro, com Buemi. A suspensão dianteira simplesmente desmanchou quando o suíço passou por uma ondulação, quase uma lombada, exatamente no fim da grande reta. Um ponto ridicularmente perigoso, crítico, onde todo carro pulou.
 
Mas se todo mundo pulou, por que só o carro dele ficou daquele jeito? Aí o erro foi da Toro Rosso: a equipe estava testando um novo braço de suspensão. Buemi deve estar muito feliz por ter sido usado de cobaia e, assim, perder o dia... Se bem que ele poderia ter perdido muito mais naquela velocidade, naquele trecho do traçado.
 
O vídeo do acidente, se a FOM já não tirou do ar, está aqui.
 
Na segunda sessão, a ordem das equipes foi a mesma, apenas os pilotos mudaram.
 
Na ponta, Hamilton, 1min35s217, 0s248 melhor que Rosberg. Button foi o terceiro, com Schumacher em quarto.
 
Na sequência, a Red Bull, com Vettel e Webber. Alonso conseguiu ir à pista e foi o 10°. Massa, o 11°. Barrichello, o 15°. Di Grassi ficou com o 22° tempo, e Bruno fechou a lista, em 23° e último.
 
A McLaren, como previu Massa, está fazendo bom uso do "snorkel" na reta. Porém a notícia do dia, repito, foi o crescimento da Mercedes.
 
Pode ganhar corrida? Pode, por que não? Mas para o treino oficial, Button e Hamilton surgem como favoritos.
 
(Ah, sim: convém não tirar todas as fichas da Red Bull. Vettel e Webber não estão mortos.)

Escrito por Fábio Seixas às 04h46

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Maturação

Sauber, Ferrari, Williams e Mercedes devem estrear suas versões de "snorkel" em Xangai.
 
A Red Bull também já trabalha no sistema.
 
Uma lembrança: em 2009, a China era sede da terceira etapa do campeonato e marcou o início do corre-corre das equipes para copiar os difusores de Brawn, Williams e Toyota.

A reação para valer só começou na oitava etapa, em Silverstone, no fim de junho, quando a Red Bull emplacou uma dobradinha Vettel-Webber.

Em outras palavras: leva tempo.

Escrito por Fábio Seixas às 14h55

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Primeira opção

Em meados de fevereiro, lancei aqui uma hipótese sobre o triângulo amoroso Prodrive-Mercedes-Brawn.
 
Hoje, o Mauro Oliveira me alerta para as mais recentes declarações de David Richards. O inglês rejeitou participar da nova concorrência da FIA para 2011 _a Lola, aliás, foi pelo mesmo caminho.
 
Suas justificativas: "Sempre deixei claro que a decisão de entrar na F-1 seria baseada em dois critérios: sermos competitivos e conseguirmos um cenário financeiramente viável".
 
É... Cada vez mais me convenço que a Mercedes estava de olho na Prodrive, e não na Brawn. E que só mudou de ideia quando a FIA bateu o pé, exigindo que as novatas usassem Cosworth.

Escrito por Fábio Seixas às 14h28

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Fala, Massa

"Já ouvi muito essa pergunta, li muito sobre isso. Desde quando entrei na Ferrari eu estava fora porque o Valentino iria entrar no meu lugar, depois o Alonso, porque ia chegar na Ferrari, o Vettel, depois o Fernando há três anos. Para mim não muda nada. Isso não é uma preocupação minha no momento, meu foco é no campeonato. O que posso dizer é que teve uma conversa antes do meu acidente para renovarmos. Com o acidente, a conversa parou e agora voltou."

Este, Massa, falando sobre a boataria em torno da sua permanência na Ferrari no ano que vem.

Massa concede autógrafos diante dos boxes de Xangai (Ahn Young-Joon/Associated Press)

As entrevistas do ferrarista e dos outros brasileiros nesta quinta, em Xangai, estão no Tazio.

Escrito por Fábio Seixas às 12h20

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sai da frente!

O "snorkel" dará uma bela vantagem a Hamilton e Button em Xangai.
 
A palavra é de Massa. E faz todo o sentido.
 
O principal objetivo do sistema criado pela McLaren é anular o arrasto da asa traseira nas retas. E Xangai possui uma das maiores da F-1, justamente aquela que leva ao hairpin, a curva 14.
 
Some uma coisa a outra e o resultado é: quem estiver à frente de um carro da McLaren precisará de cuidado extra para não ser ultrapassado naquele trecho.
 
"Aquela reta extensa, seguida por uma curva fechada, significa uma boa chance para ultrapassagem. Mas, neste ano, teremos que ficar atentos porque vimos que a McLaren tem velocidades de reta muito altas. Então, em caso de duelo com eles, precisamos estar prontos para defender a posição", disse o brasileiro ao site da "Autosport".
 
Ah, sim: Hamilton é o piloto que mais ultrapassou até agora na temporada e como escrevi na coluna de sábado, está sedento por um bom resultado.

Olho no carro número 2, portanto. Se ele não largar na pole, sai da frente!

Escrito por Fábio Seixas às 18h28

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Passeio pelo museu (2)

Já estava na hora de colocar aqui mais algumas fotos do Museu Gilles Villeneuve, em Quebec. Os cliques são do David Morais.
 
 
 
Alguém sabe que carros são esses? Alguma boa história pra contar?

Escrito por Fábio Seixas às 16h43

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Numa gelada

Funcionários da McLaren no pit lane de Xangai (Eugene Hoshiko/AP)

Notou algo estranho na foto acima?

Sim, está fazendo um frio danado em Xangai.
 
Para esta quinta-feira, o Weather.com informa que as temperaturas devem variar de 8°C a 11°C. Na sexta, de 8ºC a 14°C. No sábado, a máxima deve ser 16°C. No domingo, 18°C.
 
O efeito prático disso tudo? Os pilotos devem enfrentar uma dificuldade tremenda para aquecer os pneus. Massa deve estar especialmente preocupado: foi esse o grande problema que enfrentou na Austrália. 
 
Para o GP deste fim de semana, a Bridgestone disponibilizará os compostos mole e duro. Ou seja, em tese o mole será a escolha óbvia para o trecho mais longo da corrida.

Escrito por Fábio Seixas às 16h01

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pé atrás

Colin Kolles, que não é flor que se cheire, lançou outro dia a ideia de contratar um terceiro piloto, mais experiente, para andar com a Hispania nos treinos livres das sextas-feiras. A justificativa: apressar o desenvolvimento do carro.
 
Entenda cada um como quiser. Minha leitura: a equipe quer fazer dinheiro.
 
E, nessa, Bruno poderia se dar mal. Afinal, segundo ele faz questão de dizer, não está levando dinheiro para correr. De repente, sabe como são as coisas, a vaga da sexta-feira pode virar uma vaga de GP...
 
As declarações do brasileiro, hoje, em Xangai, reforçam essa minha desconfiança.
 
"A última coisa que a gente precisa é de mais um piloto para tirar nossa quilometragem. Precisamos focar no nosso trabalho com os engenheiros e fazer o melhor possível", disse o novato.
 
Para ouvir ler e ouvir mais, é só dar um piloto no Tazio.

Escrito por Fábio Seixas às 14h03

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pit Stop #141

O Pit Stop desta semana aconteceu hoje, quarta-feira.

Falou bastante do GP da China e das corridas do último fim de semana: MotoGP, Indy, Stock Car...
 
Lá vai...

Escrito por Fábio Seixas às 12h52

Comentários () | Enviar por e-mail | Pit Stop em vídeo | PermalinkPermalink #

Programe-se

É, teremos mais algumas madrugadas pela frente...
 
Segue a programação do GP da China, no horário de Brasília.
 
Quinta-feira
23h-0h30:  1° treino livre
 
Sexta-feira
3h-4h30: 2° treino livre
 
Sábado
0h-1h: 3° treino livre
3h-4h: treino oficial

Domingo
4h: largada, 56 voltas
 
Confesso que não vejo a hora de a temporada europeia começar...

Escrito por Fábio Seixas às 15h44

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

A foto

Para zerar as pendências, estava faltando a foto do fim de semana.

Não está mais...

Rossi recebe a bandeirada em Losail (Hassan Ammar/Associated Press)

Pelo 15º ano seguido, Rossi cruza uma linha de chegada em primeiro. Sensacional. O clique é de Hassan Ammar, da Associated Press.

Escrito por Fábio Seixas às 15h41

Comentários () | Enviar por e-mail | A foto | PermalinkPermalink #

Terça-feira, atraso, correria, coluna

É um piloto que ainda não venceu no ano. Que ainda não largou na primeira fila. Que ainda não liderou uma volta. Que passou mais tempo em quinto lugar do que em qualquer outra posição. Que é apenas sexto no Mundial, atrás até do companheiro recém-chegado.
E que, nas corridas, claramente agoniado para virar esse estranho jogo na marra, vem abusando. Algumas vezes funciona. Tantas outras dá errado. E fica ainda pior para ele.
O ovo ou a galinha?
Hamilton surtou e começou a pilotar feito uma vaca louca? Ou passou a pilotar assim e daí surtou? 

Com três dias de atraso, culpa de uma rotina louca, este é um trecho da coluna desta semana.
 
A íntegra está aqui, para assinantes da Folha e do UOL. Na Folha Digital, pág. D5.

Escrito por Fábio Seixas às 15h25

Comentários () | Enviar por e-mail | Colunas na Folha | PermalinkPermalink #

De volta

Às vezes é bom sumir por uns dias. Foi o que fiz no fim de semana.
 
Vi um pouco da Stock, li os relatos da MotoGP e da Indy.
 
Em Curitiba, um trabalho sólido de Khodair, correto, no ponto. Vitória merecida.
 
No Alabama, a estratégia deu a vitória a Helinho. A equipe foi inteligente ao pedir para ele poupar combustível, e ele teve a habilidade para fazê-lo.
 
Em Losail... O que dizer? Rossi herdou a vitória de Stoner e fez história de novo. Tornou-se o primeiro piloto a vencer GPs por 15 temporadas seguidas. E tem fôlego para muito mais, basta observer seu ânimo nas pistas.
 
Ah, sim: na Montana, Nelsinho foi o segundo colocado, atrás de Campos, campeão da Pick-Up. Sobre os que quiseram fazer do elogio a ele no post anterior um cavalo de batalha do já surrado debate Senna x Piquet, só tenho a lamentar.
 
E fim de descanso, porque nesta semana tem F-1, tem muita conversa pela frente.

Escrito por Fábio Seixas às 09h35

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nina Horta Fábio Seixas, 37, é jornalista com mestrado em Administração Esportiva pela London Metropolitan University, da Inglaterra, e Coordenador de Produção da Sucursal da Folha no Rio. É colunista de automobilismo da Folha e do UOL.


RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reproduçãoo do conteúdo desta Página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.