Fábio Seixas

Automobilismo e pitacos sobre tudo o mais

 

Escondendo o jogo

Segundo a italiana "Autosprint", a Red Bull seguiu a contramão de boa parte das equipes nos dois primeiros dias da sessão de testes de Barcelona.

Enquanto times pequenos e médios notadamente burlam o regulamento para conseguir tempos melhores e chamar a atenção de patrocinadores, a Red Bull teria feito o oposto.

Vettel teria cravado as melhores marcas, na sexta e no sábado, com gasolina até a tampa. Em outras palavras, o time está escondendo o jogo da concorrência, e a vantagem seria bem maior em condições de classificação.
 
Mais um carro do outro mundo by Newey? Não duvido nada. Mas é o tipo de coisa que só descobriremos pra valer no treino oficial de Melbourne.

Escrito por Fábio Seixas às 17h13

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bilheteria aberta

Começa neste sábado, enfim, a venda de ingressos para a São Paulo Indy 300, que acontece no dia 1º de maio. Dá para comprar pela internet ou em postos de venda em São Paulo, Santo André, Rio e Brasília.
 
Porque é assunto de interesse público, segue um trecho do comunicado da organização da prova:
 
*
 
Os ingressos para a São Paulo Indy 300 já estão disponíveis e, assim como no ano passado, o preço dos tickets, válidos para o sábado e domingo, é muito atrativo: um lote promocional oferece entradas a partir de R$ 100.
 
Detalhes sobre setores, preços e visibilidade podem ser obtidos no site oficial da prova: www.saopauloindy300.com.br ou no site www.livepass.com.br.

A criação de uma nova área para o público é uma das novidades da segunda edição da São Paulo Indy 300. A "Indy Area" é um espaço ao ar livre, sem arquibancada, com visão privilegiada dos pits (área onde acontecem os pit stops), da saída do Pit Lane (pista ao lado dos pits) e das curvas "14 Bis" e do "Pavilhão".

Os demais setores se localizam, principalmente, no Sambódromo do Anhembi, onde acontecem a largada e a chegada da prova. Lá também é realizada a cerimônia do pódio, com os três primeiros colocados.

Meia-entrada - Estudantes, crianças entre cinco e 12 anos - acompanhadas pelos responsáveis-, e idosos acima de 65 anos têm direito a meia-entrada, ou seja, poderão assistir ao show da categoria de monopostos mais rápida do mundo por apenas R$ 50 caso adquiram ingressos do pacote promocional. As instalações também oferecem acessos para portadores de necessidades especiais.

Os ingressos podem ser adquiridos através do site oficial da São Paulo Indy 300 (www.saopauloindy300.com.br) ou pelo endereço eletrônico da Livepass (www.livepass.com.br), além da central telefônica acessada pelo número (11) 4003-1527 (custo de ligação local, mais impostos), de segunda-feira a sábado, das 9h às 21h.

Duas bilheterias oficiais da prova (sem cobrança de taxa de conveniência) estarão disponíveis na capital paulista, localizadas no Morumbi Shopping (estacionamento do piso G1) e no Shopping Anália Franco (piso lírio), ambos com funcionamento de segunda-feira a sábado, das 12h às 20h, e domingos e feriados das 14h às 20h.

Formas de pagamento - A compra pelos sites e pela central telefônica poderão ser efetuadas com os cartões de crédito VISA, Mastercard, Diners e American Express. Nas bilheterias oficiais e outros pontos de venda físicos, além das formas de pagamento já citadas, o torcedor poderá comprar o ingresso usando dinheiro ou cartão de débito VISA Eletron, Maestro ou Redeshop.

A São Paulo Indy 300 terá transmissão ao vivo pelos canais Band e Bandsports, além das rádios Bandeirantes e BandNews FM.

Os endereços e horários de funcionamento dos postos de venda seguem abaixo:

São Paulo:

Shopping Frei Caneca
Rua Frei Caneca, 569 - Piso Térreo - Balcão Concierge
(segunda a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h)
Central de Turismo Express (Bar Brahma)
Av. São João, 677 - Centro
(segunda a sábado, das 9h às 19h)
Posto Ipiranga Gravatinha - Santo André
Avenida Portugal, 1756 - Jd Bela Vista - Santo André-SP
(segunda a sábado, das 8h às 21h; feriados, das 10h às 18h)

Rio de Janeiro:
Posto Piraquê
Avenida Borges de Medeiros S/N Lagoa Rio de Janeiro-RJ
(todos os dias: das 9h às 20h)
Formas de pagamento deste posto: somente em dinheiro

Brasília:
Brasília Shopping - Central de Ingressos
Setor Comercial Norte, Quadra 5
(segunda-feira a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h)
Formas de pagamento deste posto: somente dinheiro

Escrito por Fábio Seixas às 12h26

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Sexta, coluna

Por que colocar US$ 3 milhões num piloto que vai correr na Indy, em provas às vezes só exibidas por canal fechado ou em VT, se com metade desta verba você patrocina uma baciada de carros na Stock, mostrada pela Globo? Por que preferir um piloto que, no fundo do pelotão, mal vai aparecer nas imagens geradas pela FOM?
O segundo é intangível: o fim do encanto. A ficha caiu. Não, o Brasil não é uma usina inesgotável de campeões, o segredo não está na água. O automobilismo brasileiro só foi forte lá fora quando era forte aqui dentro. E hoje é uma piada.
Convenhamos, até que a ilusão durou.
 
A coluna de hoje tenta entender e explicar porque caras como Bruno e Kanaan não conseguem levantar patrocínio para correr em 2011.

A íntegra está aqui para assinantes da Folha e do UOL. Na Folha Digital, é só clicar até a pág. D11.

Escrito por Fábio Seixas às 12h13

Comentários () | Enviar por e-mail | Colunas na Folha | PermalinkPermalink #

Kanaan a pé

E Kanaan ficou a pé. Hoje foi "liberado" pela De Ferran Dragon Racing.

Ficou a pé porque não, a equipe não conseguiu os US$ 3 milhões de que precisa para colocar um carro na pista.
 
Ficou a pé porque foi usado pela equipe como isca. Sim, isca.
 
Como Victor Martins explica em seu blog, a entrevista coletiva anunciando o baiano para 2011 foi apenas jogo de cena para atrair mais patrocinadores. O orçamento ainda não estava fechado.
 
Coisa feia...
 
Agora, o brasileiro, um dos melhores pilotos da Indy, corre sério risco de ver a temporada pela TV. Ou de arrumar um contrato chulé numa equipe de fundo do grid.
 
A De Ferran Dragon Racing deve explicações. E que sejam muito fortes, muito comoventes. Por ora, há cheiro de mentira no ar.

Escrito por Fábio Seixas às 12h25

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Termômetro

Marko é o braço-direito de Mateschitz e, claro, parte interessada nas especulações pré-temporada.
 
Mas fez uma análise que considero isenta do balanço de forças à esta altura do ano.
 
"Red Bull e Ferrari estão no topo e muito próximas. E a McLaren tem potencial para alcançar as duas antes do início do campeonato. Renault e Mercedes estão um degrau abaixo."
 
É. Hoje a coisa está bem assim. O desânimo de Haug cada vez mais parece uma tentativa mal-sucedida de despiste.

Escrito por Fábio Seixas às 10h04

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Pit Stop #173

A pré-temporada e as mudanças no calendário causadas pelos conflitos no Bahrein foram as grandes atrações do Pit Stop desta terça-feira.

No Naftalina, uma homenagem a Niki Lauda, que fica mais velho hoje.
 
Lá vai...

Escrito por Fábio Seixas às 15h54

Comentários () | Enviar por e-mail | Pit Stop em vídeo | PermalinkPermalink #

Barcelona, dias 2, 3 e 4

Com Massa em primeiro, terminou hoje a bateria de testes em Barcelona.
 
Massa, nesta segunda, em Barcelona (Manu Fernandez/AP)
 
Seguem os tempos dos últimos três dias: 
 
Sábado
1º. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), 1min23s315 (104)
2º. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso-Ferrari), a 0s204 (97)
3º. Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 0s663 (90)
4º. Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth), a 0s693 (118)
5º. Nick Heidfeld (ALE/Lotus Renault), a 0s927 (41)
6º Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari), a 0s928 (125)
7º. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 1s415 (131)
8º. Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes), a 1s608 (54)
9º. Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes), a 1s879 (80)
10º. Heikki Kovalainen (FIN/Team Lotus-Renault), a 3s106 (58)
11º. Vitaly Petrov (RUS/Lotus Renault), a 3s569 (61)
12º. Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth), a 3s729 (70)
13º. Timo Glock (ALE/Marussia Virgin-Cosworth), a 3s927 (66)
14º. Ricardo Teixeira (ANG/Team Lotus-Renault), a 8s269 (26)
 
Domingo
1°. Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min23s168 (92)
2°. Vitaly Petrov (RUS/Lotus Renault), a 0s295 (93)
3°. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes), a 0s690 (93)
4°. Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth), a 1s647 (60)
5°. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), a 1s827 (139)
6°. Jarno Trulli (ITA/Team Lotus-Renault), a 2s286 (48)
7°. Sérgio Perez (MEX/Sauber-Ferrari), a 2s389 (115)
8°. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes), a 2s552 (102)
9°. Sébastien Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), a 2s987 (31)
10°. Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 3s340 (123)
11°. Timo Glock (ALE/Marussia Virgin-Cosworth), a 3s430 (97)
12°. Giorgio Mondini (SUI/Hispania-Cosworth), a 5s010 (39)
13°. Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari), a 5s161 (42)
14°. Narain Karthikeyan (IND/Hispania-Cosworth), a 7s554 (32)
 
Segunda-feira
1º. Felipe Massa (BRA/Ferrari), 1min22s625 (121)
2º. Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), a 0s817 (69)
3º. Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso-Ferrari), a 0s925 (90)
4º. Nick Heidfeld (ALE/Lotus Renault), a 1s032 (95)
5º. Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes), a 1s378 (107)
6º Pastor Maldonado (VEN-Williams-Cosworth), a 1s432 (121)
7º. Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes), a 1s552 (64)
8º. Sergio Pérez (MEX/Sauber-Ferrari), a 1s890 (74)
9º. Jérôme D'Ambrosio (BEL/Marussia Virgin-Cosworth), a 3s876 (50)
10º. Michael Schumacher (ALE/Mercedes), a 4s454 (114)
11º. Jarno Trulli (ITA/Team Lotus-Renault), a 7s367 (18)

Difícil achar um padrão na ponta. Como sempre, cada equipe seguiu seu programa de testes, sem se preocupar muito com o que a vizinha estava fazendo.

A única impressão _impressão, que fique bem claro_ que tenho é que a Red Bull, quando quer, dispara na frente.

Mais para trás, chama atenção a evolução da Toro Rosso. E já começa a pintar também uma briga boa entre as duas Lotus, a Williams e a Sauber no pelotão intermediário.

(Com o cancelamento dos testes e do GP no Bahrein, é muito provável que Barcelona recebe uma sessão extra, entre 8 e 11 de março. A informação é de Lucas Santochi, repórter do Tazio no circuito catalão.)

Escrito por Fábio Seixas às 14h04

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Motivo de força maior

A notícia do dia na F-1 é o cancelamento/adiamento do GP do Bahrein e dos testes que aconteceriam por lá no início de março.
 
Coisa rara, a sensatez venceu o dinheiro na F-1. Ou melhor: esse é um belo termômetro de o quanto a situação está crítica por lá.
 
Protestos em Manama, nesta segunda-feira (Caren Firouz/Reuters)
 
Quando a poeira baixar, os bareinistas e Ecclestone vão sentar para resolver se a prova acontece mais pro final do ano ou se o Mundial terá mesmo 19 etapas.
 
O campeonato, portanto, começa em 27 de março, na Austrália. Controlem a crise de abstinência. Este é o clássico caso de "motivo de força maior".

Escrito por Fábio Seixas às 13h45

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

Nina Horta Fábio Seixas, 37, é jornalista com mestrado em Administração Esportiva pela London Metropolitan University, da Inglaterra, e Coordenador de Produção da Sucursal da Folha no Rio. É colunista de automobilismo da Folha e do UOL.


RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reproduçãoo do conteúdo desta Página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.